Intercâmbio familiar ou Curso de Inglês nos Estados Unidos

Intercâmbio Familiar

Ano passado (2015) nossas férias de verão foram um tanto diferentes. Depois de muito pesquisar, fazer contas e pensar a respeito resolvemos fazer um intercâmbio familiar.  Queríamos unir diversão e estudos em uma só viagem. Mas o que é exatamente um intercâmbio?

Apesar do nome, intercâmbio familiar nada mais é que um curso de inglês para famílias. Na ocasião, Juliana tinha 4 anos de idade e Manoela 9. Ambas estudavam inglês na escola e Manoela ainda fazia curso complementar. O marido também estudava e queria aprimorar seus conhecimentos. Eu sou fluente, então iria só como acompanhante… e organizadora!

Intercâmbio Familiar

Talk School

Por onde começar?

Decidimos por fazer o curso durante as férias de verão aqui no Brasil, então começamos a pesquisar escolas que oferecessem esse tipo de curso durante esse período. O mais comum é ver cursos durante as férias de julho, mas depois de procurar um pouco encontramos a Talk School of English.

Alguns fatores importantes devem ser considerados para quem busca uma escola:

A localização. O país/cidade são muito importantes. Você precisa saber sobre a moeda, a temperatura que vai pegar lá, como se locomover na cidade, a distância da escola para seu hotel/apartamento, ter uma ideia dos custos de alimentação/transporte/moradia para poder fazer um bom planejamento e até a comparação entre destinos diferentes. Normalmente pra inglês você vai encontrar opções nos Estados Unidos, Canadá, Irlanda, Inglaterra, Austrália, Nova Zelândia e África do Sul.

O período que vai ficar. Isso vai determinar o orçamento da viagem e ajudar no planejamento geral, além de ser importante para definir as expectativas quanto ao curso de inglês, em si. Normalmente o mínimo exigido pela escola é de duas semanas.

– A idade das crianças. Algumas escolas tem limite mínimo. Na Talk School, por exemplo, a idade mínima é de 5 anos. Mas conta o ano em que a criança faz 5 anos. Como fomos em janeiro, a Juju ainda tinha 4 anos, mas faria 5 naquele ano mesmo, em setembro, então foi aceita.

Intercâmbio Familiar

Sala do apartamento

Intercâmbio Familiar

Cozinha do nosso flat

– As facilidades oferecidas pela escola. Algumas escolas oferecem opção de hospedagem e transporte incluídos no pacote. É o caso da Talk School. Não é obrigatório, você pode optar por alugar um apartamento ou ficar em um hotel. No nosso caso, optamos por ficar com a opção oferecida pela escola, um flat com cozinha, lavanderia e toda a infra-estrutura que precisaríamos. Gostamos da localização e do fato de ter também transporte ida e volta para a escola incluído no pacote. Além disso, oferecia café da manhã todos os dias e lanche a noite 3 vezes por semana.

– Saber o que você quer. Quais são suas expectativas? Uma amiga perguntou se eu achava que 4 semanas eram suficientes para seu filho aprender inglês. Não, não é. Mesmo que você opte por fazer período integral (aulas de manhã e de tarde), 4 semanas não são suficientes para qualquer pessoa que esteja aprendendo a língua sair fluente. Mas nesse período, a criança vai ter um tipo de experiência mais imersiva, vai aprender muito, vai se tornar ainda mais familiarizada com a língua, vai “se soltar’ mais. É claro que depende do nível de inglês que a criança já tinha no Brasil, antes de fazer o intercâmbio, mas, no geral e salvo exceções geniais, são precisos meses de estudo (até anos) para alguém obter fluência em uma língua estrangeira.

Uma vez definido o período, a cidade, a hospedagem, o orçamento, você fecha o pacote e chega o grande dia. Vocês viajam, atravessam o oceano e chegam a um país distante e diferente. Mesmo que já tenham visitado antes, agora vocês vão morar e estudar lá.  Bate aquele frio na barriga…

Intercâmbio Familiar

Indo para os States

Como preparar as crianças?

Aqui é muito importante conhecer bem seus filhos e saber que crianças ficam muito mais confortáveis com aquilo que já conhecem. Portanto, não economize preparação, conversa e tempo para isso. Durante os 6 meses que antecederam nossa viagem, nós conversamos com as meninas diariamente sobre o que estava por vir. Mostrei fotografias da cidade, do hotel, da escola (tudo da internet), contei sobre a viagem de avião, o aeroporto, as malas… contei sobre o primeiro dia de aula, sobre como elas iriam para a escola, o que nós faríamos quando não estivessem em aula. Contei tudo aquilo que eu sabia e o que eu imaginava. 

Cheguei ao ponto de fazer uma pesquisa extensiva sobre a cidade e região, para poder planejar os passeios e a viagem que faríamos depois que o curso terminasse, enquanto contava a elas. Foram 22 folhas de ofício com o resultado da pesquisa e o roteiro de opções de passeios, restaurantes, etc… quem quiser é só pedir viu? Mando por email, de graça! :-)

A preparação incluiu treinos de caminhada… sério, sem brincadeira! Como nossa viagem terminaria na Disney, 6 meses antes nós começamos a “treinar” as meninas para caminharem (quem já foi vai entender). Começou com caminhadas de 10 minutos, que foram aumentando gradativamente até chegar a uma hora de caminhada sem reclamação do tipo “tô cansada”, “quero colo”… Quando elas caminharam 1 hora sem reclamar, estavam prontas. Havia chegado a hora de partir. Eu sei…  eu sou neurótica por planejamento! Mas acredite, funciona muito bem.

Intercâmbio Familiar

Transporte escolar

O primeiro dia de aula

Nós chegamos em um domingo e o primeiro dia de aula seria segunda-feira. Seria, porque era feriado e nós não sabíamos! Depois de alguma confusão acabou que fomos passear. Mas na noite anterior, Juju e Manô tiveram uma pequena crise de ansiedade.

Notei que as duas estavam bem manhosas e grudadas em mim. Culminou com a Juju choramingando e dizendo que não queria “ir para a escola”. Entendi tudo, claro! Nos reunimos, os 4, e conversamos com elas. Eu expliquei que sempre tem uma primeira vez pra tudo, que era normal elas se sentirem assim. A escola era nova, novos colegas e uma nova língua! Também expliquei que o pai iria junto com elas e estaria na escola o tempo todo, em uma sala ao lado delas. Iria vê-las nos intervalos e, caso fosse necessário, em qualquer momento que precisassem dele.

Intercâmbio Familiar

Sala de aula

Manoela perguntou sobre a professora e o inglês. Disse que não iria entender nada, estava bem nervosa. Explicamos que existem muitas maneiras de se comunicar e que todos os seus colegas estariam na mesma situação. Também dissemos que muito possivelmente ela teria colegas brasileiros, que falavam português assim como ela.

Finalmente eu disse que se desse tudo errado e elas não gostassem da experiência, depois da primeira semana eu cancelaria o curso. Mas que elas teriam que ir ao menos 1 semana. Claro que foi uma aposta alta, mas eu acreditava firmemente que isso não aconteceria. E eu estava certa!

No primeiro dia de aula, lá foram os 3, bem felizes. Embarcaram na van que estacionou em frente ao hotel e lá dentro já fizeram amizades com as outras crianças que também iam para a mesma escola. No final da manhã voltaram super contentes, falantes, entusiasmadas com tudo o que fizeram. 

Intercâmbio Familiar

Passeando em Fort Lauderdale

Intercâmbio Familiar

Passeando em Miami

Intercâmbio Familiar

Passeando em Miami

Conclusões

Foram 3 semanas de aulas, onde as sextas-feiras eram destinadas a passeios com o grupo. As aulas seguiam a metodologia Oxford, com livros didáticos e atividades lúdicas. As aulas da Juju eram mais com brincadeiras e músicas, já que os alunos não eram alfabetizados ainda. As aulas da Manô e do marido eram mais tradicionais e tinham prova toda a semana, para testar os conhecimentos.

Intercâmbio Familiar

Livro da Manoela

No terceiro dia de aula eu fui até a escola, conversar com a diretora e saber mais do método e perguntar algumas coisas que o marido não havia entendido. Gostei muito da abordagem, achei a escola séria e realmente comprometida em passar conhecimentos. O marido concorda comigo, achou as aulas “puxadas” e notou uma evolução importante durante as 3 semanas de curso.

Quanto as meninas, era uma graça! Já no primeiro final de semana elas começaram a “se soltar”. Perguntavam onde era o banheiro, nos restaurantes pediam bebidas, cumprimentavam os atendentes do flat e outros hóspedes, falavam no elevador. Fiquei super orgulhosa de ver minhas meninas se superando e tentando. Fiquei orgulhosa de mim também, que escolhi colocá-las à prova. Ao invés de poupá-las resolvemos dar a elas a chance superar obstáculos, crescer e aprender a se virar em uma situação completamente nova. Elas responderam maravilhosamente. 

Intercâmbio Familiar

Cozinhando feijão

Quanto a mim, foi uma oportunidade incrível de “viver” a cidade no dia a dia. Cozinhava, ia ao supermercado, lavava roupas, dirigia meu carrinho (alugado)… enfim, estava “em casa”. Na primeira semana eu ainda trabalhei de forma remota, então não pude passear muito. Mas nas outras semanas durante o curso eu passeava todas as manhãs, sozinha e a tarde com a família. Conhecemos muita coisa, não ficamos um dia sequer sem passear. Conhecemos praticamente todas as cidades e praias perto de Miami e a própria Miami inclusive. Visitamos Key West em um final de semana ainda durante o curso e, depois, visitamos a costa oeste da Flórida, antes de chegar a Orlando, a cereja do bolo para as meninas.

Intercâmbio Familiar

Lauderdale on the Beach

Intercâmbio Familiar

Bahia Honda State Park

Intercâmbio Familiar

Saint Petersburg

Intercâmbio familiar

Manô soltando Pipa na praia

Foi uma experiência sensacional em todos os sentidos. Tivemos a oportunidade de viver, ainda que por pouco tempo, em outro país. É claro que turistamos muito também, aproveitamos cada segundo do nosso dia para conhecer tudo o que foi possível. Todas as noites na hora do jantar combinávamos o que iríamos fazer no outro dia. Visitamos museus, fomos à praia, parques e restaurantes bem diferentes. 

Para quem tem curiosidade de saber mais sobre nosso flat e passeios, contei tudo no nosso blog de viagens Mezzo Mondo. Passa lá para ler mais!

Intercâmbio Familiar

Onde fomos? Fort Lauderdale, ao lado de Miami, nos Estados Unidos.

Quanto tempo? 3 semanas de curso mais 10 dias de viagem pela Costa Oeste da Flórida e Orlando.

Mais informações sobre a escola? Contamos aqui.

Dicas de passeios na região? Aqui um roteiro que sugerimos para quem visita a região com crianças, baseado em nossas experiências enquanto estivemos por lá.

Assista aqui um vídeo que mostra nosso primeiro passeio em Fort Lauderdale, no dia que chegamos a cidade:

_______________________________________________

E você, já fez um intercâmbio ou tem vontade de fazer? Conte pra gente e se tiver alguma pergunta, manda ver aí nos comentários! O que a gente souber a gente compartilha na boa ;-).

Beijo das Passeadeiras!

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : Claudia Bins

58 comentários

  1. Marina Murt Moll 30 de março de 2016, 22:10 comentar

    Adorei o seu relato! Tenho muita vontade de ter uma experiência como a de vocês!

    • Claudia Bins 31 de março de 2016, 00:33 comentar

      Oi Marina, obrigada pela visita! Que bom que você gostou! Vou torcer para vocês realizarem esse sonho também. É uma experiência inesquecível.

      beijos,

      Clau

  2. Tatiane 30 de março de 2016, 23:35 comentar

    Noooooosssaaaaa!!!!! Amei!!! To querendo muito fazer uma experiência assim com minha pequena de 7 anos!! Vc poderia me passar as dicas das 20 folhas de ofício?? Rs meu e-mail é tatyps80@gmail.com
    Vou entrar no site da escola para ver!!!! Obrigada!!!!!

    • Claudia Bins 31 de março de 2016, 00:32 comentar

      Mando sim Taty ;-)! Obrigada pela visita e fique à vontade de perguntar mais.

      Beijo,

      Clau

  3. Gizele 31 de março de 2016, 00:22 comentar

    Olá gostaria muito de receber o planejamento do Intercâmbio familiar. Minha família e eu temos muita vontade de fazer.
    Obrigada
    Gizele A.

  4. Cris 31 de março de 2016, 03:38 comentar

    Oi! Também quero as folhas de ofício! Obrigada!

  5. Carolina Lopes 31 de março de 2016, 11:57 comentar

    Gostaria de ter o seu roteiro e planejamento. Dá uma vontade imensa de ter esta experiência!! Segue meu e-mail cvlopes@hotmail.com
    obrigada!!

    • Claudia Bins 31 de março de 2016, 17:36 comentar

      Enviado Carolina! Obrigada pela visita :-)

      Clau

  6. Viviane 31 de março de 2016, 15:28 comentar

    Olá! Esse é meu sonho!Parabéns po ter feito um programa pra marcar a vida da família tão positivamente.bjs.Meu email tolvi2011@gmail.com. Poderia me enviar as folhas de planejamento? Obrigada.

    • Claudia Bins 31 de março de 2016, 17:32 comentar

      Claro, envio agora mesmo! Obrigada pela visita e volte sempre!

      Clau

  7. Lisa 31 de março de 2016, 15:34 comentar

    Parabéns pela iniciativa! Estou mandando meu filho pra um curso de férias em Berlim esse ano. Mas adorei a dica do programa em família.
    Se não se incomodar, qual a média de custo para essas três semanas? E os extras com passeios, alimentação e demais despesas fora o curso em si?
    Em relação ao aprendizado, as meninas evoluíram bem? Obrigada!!

    • Claudia Bins 31 de março de 2016, 17:32 comentar

      OI Lisa,

      Obrigada pela visita! :-)
      Aqui eu conto detalhes sobre os custos do curso. Quanto aos custos da viagem, passeios, nós sempre orçamos uma média de 100,00 USD ao dia, para alimentação e passeios. Procuramos economizar através de sites de compras coletivas e cupons, que são muito comuns nos Estados Unidos e também através dos folders e cartões de descontos que tem nos hotéis e restaurantes. Olha, a gente nem acredita o que dá pra economizar com isso… Mas vai de cada família né? Por isso acho meio complicado falar em $$. Vai que você goste de bons restaurantes e tenha o hábito de jantar fora diariamente? Já vai gastar mais que nós, que fazemos lanches à noite e almoçamos em restaurantes nem tão caros e nem tão baratos… depende!

      Beijos e volte sempre!

      Clau

  8. Fabiana 31 de março de 2016, 19:22 comentar

    Amei o relato!! Não sabia que existiam intercâmbios familiares. Com certeza que me planejar para fazer. Pode deixar que volto ao post e se tiver dúvidas pergunto! Bjos

  9. Valéria Nascimento 31 de março de 2016, 19:59 comentar

    Oi Claudia, boa tarde! Adorei seu relato e fiquei super interessada, pois minha filha de 13 anos estuda inglês e tenho certeza também adoraria esta experiência. Se for possível peço que me envie as folhas de planejamento. Desde já agradeço a dica. Meu email é val.bvn@outlook.com.

    • Claudia Bins 31 de março de 2016, 20:31 comentar

      OI Valéria,

      Obrigada pela visita! Envio sim, já está a caminho ;-).
      Abraço e volte sempre!

      Clau

  10. Alê Nunes 1 de abril de 2016, 01:49 comentar

    Muito bom, não conhecia este tipo de intercâmbio.
    bj,
    Alê

  11. Tatiane Gallas 1 de abril de 2016, 02:04 comentar

    Que máximo Cláudia e que pique para tantas atividades!

    • Claudia Bins 1 de abril de 2016, 15:57 comentar

      Nem me fale Tati, mas a gente adora!!! Descanso é pra volta kkkk

      bjs

  12. Vera Maria fontes 1 de abril de 2016, 02:16 comentar

    Nossa amei…. show, Tenho muita vontade de realizar um sonho como esse. Mais acho que irei encontrar dificuldades na parte financeira. Bom, vou continuar sonhando porque pra Deus tudo é possível. Já estivemos por duas vezes na Disney e também penso em voltar. E minha filha já tem 11 anos, acho que devemos encontrar dificuldades em relação a faixa etária, pra se fazer intercâmbio familiar.

    • Claudia Bins 1 de abril de 2016, 15:56 comentar

      Quanto a faixa etária, não tem problema… os intercâmbios acontecem para qualquer idade a partir dos 5 anos Vera! 😉

      Bjs

  13. Deia Tomaz 1 de abril de 2016, 11:28 comentar

    Jamais imaginei que houvesse intercambio familiar!! Em 2010 fui com meu marido para Africa do Sul para estudar. Faziamos aulas regulares pela manha e Business a tarde. E realmente é puxado. Talvez pelo fato de nao haver possibilidade falar o português em sala, isso exige mais de vc. Eu ja vou anotar! Ano q vem Joao ja podera participar!!

    • Claudia Bins 1 de abril de 2016, 15:56 comentar

      Déia, vocês vão amar! Ainda mais se vocês já tem a pegada de estudar fora em outra língua… imagina o João também, que fofo!

      Bjs

  14. Adriano Bisker 1 de abril de 2016, 14:02 comentar

    Adorei tudo! O relato, as fotos, as dicas!!
    Tenho um grande sonho de fazer o mesmo com meus filhos!!!

    • Claudia Bins 1 de abril de 2016, 15:55 comentar

      Bisker, sem dúvida é uma experiência marcante para o resto da vida!

      Bjs

  15. Luciana Emely 1 de abril de 2016, 14:35 comentar

    Nossa, que experiência!!!! Quem sabe um dia eu consiga fazer isso… Deve ser maravilhoso viver isso!!! É uma novidade da qual não conhecia… Interessa partilhar essa ideia. Parabens!!!!

    • Claudia Bins 1 de abril de 2016, 15:54 comentar

      Foi maravilhoso mesmo Luciana e pouca gente sabe dessa possibilidade ;-).

      beijo

  16. Fanny 1 de abril de 2016, 17:38 comentar

    Que experiencia inesquecível!!
    EUA Eh muito bom!! Viajei junto
    Com vcs no seu post!! Bjbj

    • Claudia Bins 1 de abril de 2016, 19:11 comentar

      Coisa boa Fanny! Ficamos bem felizes que vc gostou 😉

      Bjs

  17. Mariana Ferreira 2 de abril de 2016, 00:18 comentar

    Adorei o relato a experiência, tenho vontade de fazer com o Pedro Augusto no futuro bju

  18. Laís Sass 2 de abril de 2016, 00:35 comentar

    Claudia!! Meu marido é louco para fazer isso!!! amei seu relato, super me animou!!! Vou mostrar a ele e se vc puder, me passa mais infos por email? Pode ser tudo o que vcs fizeram, contatos etc… vou começar a pesquisar aqui pra gente!!! parabéns! As suas meninas com certeza te agradecerão e muito por isso. Beijos.

    • Claudia Bins 2 de abril de 2016, 00:50 comentar

      Passo sim Laís, que bom que você gostou! Vocês com certeza vão amar também. :-)

      Bjs

  19. Nicácio Belfort 2 de abril de 2016, 15:45 comentar

    Adorei seu post, quero faZer assim que o nosso Ben estiver maior 😉

  20. Michele Gobbato 3 de abril de 2016, 01:05 comentar

    Que gostoso, realmente essas férias devem ter sido demais e com certeza ficará na memoria das meninas

    Bjs Mi Gobbato – Espaço das Mamães

  21. Juliana Carreras 3 de abril de 2016, 13:05 comentar

    Que maravilha! Excelente!!! Fiquei só na vontade! Quem sabe?!

  22. @caroleassinhazinhas 3 de abril de 2016, 17:57 comentar

    Amei! Melhor post de todos os tempos! Eu nem sabia que existia intercâmbio familiar! Muito legal!!!

    • Claudia Bins 5 de abril de 2016, 12:47 comentar

      :-) Obrigada Carol! Experiência fantástica que estamos loucos pra repetir kkkk

      Beijos e obrigada pelo carinho

  23. Marta Gomis 4 de abril de 2016, 00:53 comentar

    Q bacana !!! Sou louca pra Mamá fazer isso ter âmbito tb. Adorei as informações informações.

  24. joseli 4 de abril de 2016, 01:56 comentar

    Oi pode me enviar aquelas 20 páginas de ouro!!!! RS obrigada pelo post, não sabia que existia intercâmbio familiar. Joseli.sobrinho@gmail.com

  25. Marcelle Tabosa 4 de abril de 2016, 11:06 comentar

    Eu e meu marido também fizemos intercâmbio, em 2012. Fomos pra Chicago. Eu fiz mil anos de inglês e sou meio travada pra falar, mas quando estávamos lá me soltei e desenrolei bem. Foi uma experiência bem boa. Espero poder proporcionar isso a Heitor e a Artur também.

  26. Jacky lima 4 de abril de 2016, 14:29 comentar

    Sempre tive vontade de fazer um intercâmbio e achava que com duas crianças seria impossível, agora deu vontade de fazer também!

  27. Mariana 8 de abril de 2016, 19:22 comentar

    Adorei Clau quero mais pra frente proporcionar para meu filho e pra mim é claro.
    Bjs
    Mari
    Vamosmamaes.blogspot. com.br

  28. FLAVIA WANDERLEY CIRNE 15 de abril de 2016, 01:10 comentar

    Olá Cláudia, adorei suas informações e gostaria de receber também o seu relato de 22 páginas. Estou planejando viajar para Fort Lauderdale com os meus filhos de 7 e 12 anos, em janeiro/2016, pelo fato de ser nas férias deles e de que na Flórida é menos frio, já que será inverno lá. Além de que não encontrei muitas escolas como a Talk, que fizessem o intercâmbio familiar, com crianças pequenas, como o meu de 7 anos. Fiquei preocupada com relação à quantidade de brasileiros que pudesse ter na escola, o que poderia atrapalhar o aprendizado deles, já que serão apenas 4 semanas. Vocês tiveram algum problema com relação a isto?

    • Claudia Bins 15 de abril de 2016, 12:15 comentar

      Oi Flavia,

      Tinham alguns brasileiros na escola, mas não achei que atrapalharam. Pelo contrário, acabaram ajudando minhas filhas, que se sentiram mais à vontade tendo a quem recorrer caso tivessem dúvidas. Mas é como eu disse no texto, em 3 semanas de curso não dá para esperar que saiam falando fluentemente. É muito pouco tempo. Serviu sim, para um “quebra-gelo”, um primeiro contato de imersão. Consideramos a experiência muito válida como um todo.
      Envio em seguida o planejamento para você.

      Obrigada pela visita e volte sempre!

      Beijo

  29. Roberta Azevedo 4 de julho de 2016, 00:47 comentar

    Boa noite Claudia, adorei o seu relato e estou planejando viajar com as minhas filhas e viver essa experiência também. Gostaria de receber o seu planejamento também para ter uma noção. O meu e-mail é romarmazevedo@hotmail.com

    • Claudia Bins 4 de julho de 2016, 01:15 comentar

      Oi Roberta, obrigada pela visita!

      Claro, mando para você.

      Beijo,

      Clau

  30. […] E aqui contamos sobre um intercâmbio em família para os Estados Unidos  […]

  31. […] com crianças   Serra gaúcha com crianças   Passeios em Santa Catarina   Cruzeiro da Disney   Pensando em fazer um intercâmbio e levar toda a família? Nós fizemos!   Oficina Brennand em Recife   Itália com crianças e… barco!   6 destinos para […]

  32. […] Serra gaúcha com crianças   Passeios em Santa Catarina   Cruzeiro da Disney   Pensando em fazer um intercâmbio e levar toda a família? Nós fizemos!   Oficina Brennand em Recife   Itália com crianças e… barco!   6 destinos para […]

  33. […] gaúcha com crianças   Passeios em Santa Catarina   Cruzeiro da Disney   Pensando em fazer um intercâmbio e levar toda a família? Nós fizemos!   Oficina Brennand em Recife   Itália com crianças e… barco!   6 destinos para […]

  34. […] Leia sobre nosso intercâmbio nos Estados Unidos aqui […]

  35. Ana Amui 26 de março de 2017, 13:33 comentar

    Muito legal! Adorei!
    Gostaria de saber qual o valor do curso para crianças e adultos por 2 semanas . Obrigada

  36. Ana Amui 26 de março de 2017, 13:34 comentar

    Que legal! Amei! Você pode me informar o valor do curso ou como faço para entrar em contato e me informar? Obrigada

  37. […] Leia aqui sobre nossa experiência em um Intercâmbio Familiar nos Estados Unidos […]

  38. […] Leia aqui sobre nossa experiência em um Intercâmbio Familiar nos Estados Unidos […]

  39. Ildete Alecrim 25 de julho de 2017, 17:47 comentar

    amei, tb desejo ir com a Familia. Entre em contato comigo.

  40. Izana Weber 20 de outubro de 2017, 09:58 comentar

    Bom dia! Desejo saber sobre as opções de intercâmbio para Atlanta. Obrigada!

    • Claudia Bins 24 de outubro de 2017, 19:13 comentar

      Olá Izana,

      Sugiro você olhar o site da escola e ver se eles tem opções para Atlanta. Pode procurar uma agência também, como a World Study, que foi a Agência que nos auxiliou no processo.

      Abraço,

      Claudia

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.

error: Content is protected !!