Morar em Portugal: Check list antes da mudança

Checklist antes da mudança

Parece mentira mas três meses já passaram desde o dia que chegamos em Portugal para morar. Durante este período fizemos tantas coisas que esses três meses parecem mais três anos! No post de hoje eu vou contar como foi nossa vinda e compartilhar um check list antes da mudança, que eu fiz e que foi muito útil para nós. Lembro que nossa vinda para Portugal se deu meio que por acaso. Viríamos em férias e durante as pesquisas descobrimos que poderíamos solicitar um visto de residência, o visto D7, para quem tem renda no país de origem. Lembro que o marido é aposentado e eu trabalho pela internet, então nos enquadramos. 

Resolvemos solicitar o visto depois de pesquisar muito durante 3 meses. Com tudo o que precisávamos em mãos, agendamos a entrevista no Consulado Português em Porto Alegre. 30 dias depois chegava o passaporte com o visto em nossa casa.

Nesse meio tempo, nossa viagem de férias estava toda engatilhada, para dezembro e janeiro. Mantivemos os planos e usamos o tempo que tínhamos para preparar a vinda, em março de 2017. Procuramos escolas, alugamos apartamento para os meses iniciais, fizemos alguns contatos, e agendamos a entrevista no SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) para a renovação do visto, que inicialmente é de 120 dias somente. Leia nosso post com 4 dicas práticas para quem quer vir morar em Portugal, que fala sobre escola, moradia, etc..

morar em portugal: check list antes da mudança

Processo de empacotamento até chegar o dia da viagem

Dezembro chegou, viajamos em férias e retornamos ao Brasil no dia 01 de fevereiro. Em um mês e meio finalizamos as pendências, colocamos nossa casa à venda, vendemos os carros e partimos. Para resumir então, estes foram os passos antes de viajar e vou enfatizar que fizemos tudo sozinhos, sem nenhuma assessoria. Ainda que você opte por contratar uma assessoria, acho importante você saber dos passos, a fim até de entender o processo e poder monitorar o serviço que está contratando:

Morar em Portugal: check list antes da mudança

Chegando em Portugal


Morar em Portugal: Check list antes da mudança

  1. 1. Pesquisar sobre o melhor tipo de visto a fim de viajar com situação regular  (o melhor contato é o próprio site do Consulado Português no Brasil)
  2. 2. Solicitar o visto no Consulado
  3. 3. Se tiver filhos, pesquisar sobre as escolas e o sistema de ensino português (Falo sobre isso aqui.)
  4. 4. Pesquisar sobre moradia. No nosso caso optamos por um aluguel de temporada nos primeiros 3 meses. Conto como alugar apartamento pelo Airbnb aqui.
  5. 5. Faça contatos, entre em grupos nas redes sociais de pessoas que moram em Portugal, faça perguntas, pesquise na internet sobre custo de vida, melhores cidades para morar. Quanto mais informação você tiver, melhor. Nós indicamos o grupo Vivendo Portugal Dicas, no Facebook e o Instagram @maesemportugal. Há muitos outros também, mas fique atento, também há muita informação errada e até de má fé. É preciso atenção e bom senso  para separar o joio do trigo. 
  6. 6. Organize-se financeiramente. Informe-se sobre instituições bancárias e decida em qual delas você vai abrir sua conta em Portugal. Nós optamos pelo ActivoBank, um braço do Banco Millenium que opera sem cobrança de taxas e, até agora estamos muito satisfeitos.
  7. 7. Se tiver condições, viaje antes para conhecer o país, para fazer os primeiros documentos e até mesmo abrir a conta no banco.
  8. 8. Durante nossas férias de dezembro e janeiro visitamos várias cidades, fizemos o NIF (equivalente ao CPF Português) e abrimos a conta bancária. O NIF é fundamental e para abrí-lo foi preciso ir junto com um cidadão português, que foi o responsável fiscal por nós, além dos documentos exigidos. Na ocasião, optamos pelo regime fiscal de Residentes Não-Habituais. (Para saber mais, consulte o Portal do Cidadão, de Portugal aqui).
  9. 9. Também agendamos a entrevista no SEF, para a questão do visto do marido. Na ocasião não conseguimos agendar o reagrupamento familiar, para mim e para as filhas. Falo mais sobre a novela do SEF aqui.
  10. 10. Ainda no Brasil, falamos com nossos gerentes de banco para ver as questões de acesso às contas estando no exterior. Por exemplo, no Bradesco não foi aconselhado que continuássemos a usar o App via celular, por várias razões. Cada Banco tem a sua política então o melhor é conversar com seu gerente e esclarecer as dúvidas. (Atualização: estamos com problemas sérios com o Bradesco. O Banco do Brasil foi o Banco que melhor está nos atendendo, por ser mais flexível quanto a clientes que moram fora do país. O problema tem sido as atualizações de tecnologia, quando é preciso ir até um caixa eletrônico para validar qualquer coisa.)
  11. 11. Nós trouxemos somente roupas e documentos. Alguns poucos brinquedos e livros das meninas também. Ao todo, viajamos com 7 malas e 4 mochilas. Duas malas tinham ficado em Portugal por ocasião das férias de dezembro e janeiro. Foi preciso comprar algumas malas e exercitar o desapego.
  12. 12. Cancelamos as contas dos telefones, fixo e móvel, assinatura da internet e da TV a cabo. Tudo era NET e foi uma dor de cabeça. A Net seguiu cobrando e foi um stress para irem até nossa casa no Brasil retirar os aparelhos. Acabou que pedimos ao meu cunhado para ajudar e ele resolveu. #gratidão
  13. 13. Desligamos os registros da água, mas não cancelamos a conta. Como nossa casa está à venda, meu sogro vai até lá de vez em quando acompanhar os corretores e, uma vez por mês, acompanhar a moça da limpeza.
  14. 14. Falando em sogro, deixamos com ele uma procuração para vender a casa em nosso nome.
  15. 15. Colocamos nossos valores (que não trouxemos para Portugal) em local seguro.
  16. 16. Fizemos o PB4, o formulário que dá direito a atendimento médico-hospitalar para brasileiros, em Portugal, mesmo sem um seguro de saúde. Falei sobre o PB4 aqui. Guardei em uma pasta com todos os nossos documentos apostilados, comprovantes de morada no Brasil, certidões originais e também a carteira de vacinação das meninas.
  17. 17. Fizemos cópias de todos os nossos documentos e guardamos “na nuvem” em arquivos protegidos.
  18. 18. Fiz um documento com todos os endereços e contatos importantes, no Brasil e em Portugal e também guardei “na nuvem”, no meu computador e ainda mandei por email para mim e para o marido.
  19. 19. Encaixotamos nossos pertences e guardamos em local seguro.
  20. 20. Durante as férias visitamos escolas, escolhemos uma e fizemos a matrícula das meninas. Como elas teriam escola em março, antes da nossa viagem, conversamos com o diretor, no Brasil, para que elas atendessem às aulas no regime de intercâmbio. Como elas estavam matriculadas em Portugal, não houve problema. Elas chegaram em Portugal no final do ano letivo, então frequentaram as aulas também em regime de adaptação (2 vezes por semana) até o final de junho. Durante este período não foi necessário material nem uniforme. Não pagamos nada pelas aulas, somente pelas atividades extra-classe que exerceram (patinação, natação e equitação), bem como o almoço e lanche nos dias que tinham aulas.
  21. 21. Como abrimos a conta no banco português, ainda em janeiro iniciamos as transferências de dinheiro para Portugal, via TransferWise.  O TransferWise é um sistema de transferência de dinheiro internacional, plenamente aprovado pelas instituições financeiras e reguladoras dos países onde opera. No Brasil há um limite de transferência de R$9000,00 por mês (hoje, em julho/2017). Para utilizar é preciso criar uma conta de com seu email e senha e, após o primeiro envio, fazer uma validação de identidade, enviando a cópia da identidade ou passaporte. Tudo fácil e rápido. O primeiro envio demora cerca de 5 dias mas, a medida que você segue enviando vai ficando mais rápido. Para quem envia mais de R$25000,00 por ano também é preciso enviar comprovante de renda, como contra-cheque ou declaração de IR. Isso tudo é exigência do governo Brasileiro. Se quiser criar uma conta, utilize nosso link convite, você ganhará desconto na primeira remessa e nós ganhamos um bônus :-). Clique aqui para acessar o link.
  22. 22. Pedi a uma amiga aqui em Portugal que ficasse com o contato da minha cunhada no Brasil e vice-versa, para o caso de (deus nos livre) acontecer algo conosco e as meninas ficarem desamparadas.
  23. 23. Fiz uma limpa e atualizei toda a minha agenda telefônica e os grupos de whatsapp, fiz backup das fotos importantes e montei uma playlist :-).
  24. 24. Fiz um backup das senhas importantes, de forma mnemônica e guardei em local seguro.
  25. 25. Durante 6 meses preparei as meninas para a mudança. Conversas quase que diárias, explicando tudo sobre todas as fases do processo. Falei até sobre bullying, pelo fato de serem estrangeiras. Dei exemplos, ensinei as respostas. Repeti exaustivamente, até ficar convencida que elas entenderam tudo e estavam tranquilas. 
  26. 26. Rezei para todos os santos, fiz meditação, yoga, banho de descarrego e tudo o que lembrei, para conter a ansiedade e a euforia misturada com um medo danado de estar fazendo bobagem.
  27. 27. Fiz umas 35 festinhas de despedidas, do tipo petit comitê com as pessoas mais chegadas. Para as meninas também.
  28. 28. Passamos o maior tempo possível com nossos pais e irmãos. Nossa ideia é voltar ao Brasil para passar o Natal, mas ainda não está certo. A Saudade é muito grande.
  29. 29. Separei uma pequena maleta só com nossos equipamentos eletrônicos, carregadores de bateria, câmeras, cabo HDMI, cabos USB para backup, etc
  30. 30. Separei adaptadores de tomada e comprei alguns itens na voltagem 220 (depilador elétrico e secador de cabelo), já que os nossos são todos 120 volts.
  31. 31. Pedi às meninas que escolhessem brinquedos favoritos e alguns poucos livros para levarem, cada uma, em uma mochila. Ainda coloquei alguns livros delas na mala, para não ficar muito pesado para elas carregarem durante a viagem.
  32. 32. Preparei as mochilas de levar no avião, com algumas guloseimas, casaco e itens de entretenimento. A maleta com os eletrônicos e algumas poucas jóias que trouxe comigo também vieram conosco dentro do avião. Sempre levo, em cada mochila de mão, itens de entretenimento para as meninas, meu leitor eletrônico, uma muda de roupa de baixo, um par de meias e itens básicos de toilete. Já aconteceu de eu chegar sem as malas e é um transtorno!
  33. 33. Tenho uma pastinha de viagem onde coloco todos nossos passaportes e cartões das companhias aéreas, bem como endereços importantes e contatos.
  34. 34. Fizemos check up geral em todos os membros da família. Fomos aos médicos, pediatras, ginecologista, dentista, enfim, para ter certeza que estava tudo bem conosco.
  35. 35. Preparei uma farmacinha completa pensando em 6 meses de uso, com remédios tipo paracetamol, novalgina e Ibuprofeno em doses múltiplas (5 ou 6 de cada), bem como remédios para dor de estômago e indisposição intestinal e colírios.
  36. 36. Comprei itens de uso pessoal que gosto muito, para levar. Coisas do tipo sabonete phebo, sabonete líquido granado e óleo de corpo Lolita da Body Store.
  37. 37. Fiz uma pequena necessaire de itens para escola, coisas como lápis de cor e canetinhas, borracha e apontador, lapiseira e tesoura de ponta redonda, para as meninas.
  38. 38. Escolhi três porta-retratos para levar, com fotos lindas da nossa família.
  39. 39. Fiz contato com nosso senhorio em Portugal para acertar o horário e procedimento de check in.
  40. 40.  Alugamos 2 carros pela internet, para podermos levar as malas. Foi bem mais barato e tranquilo. Depois farei um post explicando os detalhes, mas foi uma ótima opção. Um dos carros, o maior, devolvemos no dia seguinte. O outro, alugamos por uma semana, para podermos ter liberdade de resolver algumas questões com mais tranquilidade. Se preferir contratar um transfer, entre em contato que indicaremos um.
  41. 41. Conferi os voos e horários novamente (pela milésima vez). Aqui um parênteses. Como compramos as passagens com muita antecedência, houve alteração na grade de vôos e foi preciso contactar a companhia para reemissão das passagens. Sorte que vi com antecedência e deu tudo certo.
  42. 42. Fiz check in pela internet assim que abriu, 24 horas antes do voo.
  43. 43. Contratei 2 ubers para nos levar até o aeroporto. 
morar em portugal: check list antes da mudança

Pois é! Dói mas passa.

Era isso! Espero que ajude a quem está passando pela mesma situação. Mudar de país é uma trabalheira e toda  preparação anterior é uma dor de cabeça ultra necessária. Aproveite o nosso check list antes da mudança, para ter certeza que não esqueceu nada e leia os outros artigos sobre morar em Portugal. Fique ligado(a) pois toda semana surge algo novo, aqui no blog e também no nosso Instagram @aspasseadeiras, onde mostro diariamente, no Stories, como é nossa vida por aqui. Se tiver alguma sugestão é só deixar aí nos comentários!

 

Se você quiser o checklist acima por email, escreva nos comentários que eu envio para você. 😉

 

_______________________________________________

 

Procurando hotel em Portugal? Clique aqui para fazer sua reserva. Você não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão que ajuda a manter o blog!

 

 

____________________________________________

 

Para pinar no Pinterest:

Morar em Portugal (4)

 

Leia outros artigos sobre morar em Portugal aqui:

 

Como transferir dinheiro do Brasil para Portugal – Nossa experiência com o TransferWise

Como abrir conta bancária em Portugal – Nossa experiência com o Activo Bank

4 Dicas práticas para quem pensa em vir morar em Portugal

Como alugar um apartamento pelo Airbnb – Dicas testadas e aprovadas por nós

PB4 – O que é e como pedir o seu

SEF – Autorização de Residência e a novela do visto

Dicas para alugar apartamento em Cascais

Dicas para mobiliar sua casa em Portugal

Vai dirigir em Portugal? Saiba como trocar sua CNH pela Carta de Condução Portuguesa

Como é o atendimento médico de urgência em Portugal (ou como foi nossa experiência)

Apartamento para alugar na ribeira do Douro no Porto

 

Dicas de passeios em Portugal aqui:

 

Colhendo cerejas em Portugal

Procurando onde se hospedar com crianças em Lisboa? Veja aqui nossa dica!

Zoológico de Lisboa – Passeio imperdível com crianças!

Sesimbra – Um bate-volta de Lisboa no melhor estilo BBB – e lindo demais!

Museu do Oriente – Um dos melhores museus de Lisboa

Roteiro pelo Bairro Príncipe Real em Lisboa

Fábrica da Nata – Um dos Cafés mais lindos de Lisboa

Dica de passeio bate-volta desde Lisboa: Visitando Óbidos, a cidade das rainhas

Vá de Lisboa ao Algarve visitando castelos – Um roteiro inesquecível!

Hospede-se em um palácio no Algarve, sem ficar pobre!

Algarve com crianças: Passeando em Faro

Algarve com crianças: um dia em Tavira, a cidade das lendas e do rio de dois nomes

Hotel Vila Galé Évora – Simplesmente inesquecível

Férias em Portugal: 45 dias, 4 alegrias e 1 tristeza

Algarve com crianças: Júpiter Algarve Hotel, a pérola de Portimão

Viajando com crianças? Veja aqui nossas dicas para arrumar as malas

15 dicas para viajar de avião com crianças

 

 

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : Claudia Bins

39 comentários

  1. Maria 20 de julho de 2017, 22:31 comentar

    Engraçado que eu ja era assinante no seu blog pq gosto muito do tema viagem, passeio, etc. E de uns dias pra cá ta me dando uma vontade enorme de mudar de país. Meu esposo e filhos ja tem a cidadania alemã.
    E vendo alguns vídeos no yt me apaixonei por Portugal.
    Vou ler todos os posts sobre o assunto, pois muito me interessa.
    E sua lista da mudança é maravilhosa. Vc pensou em coisas q eu nunca iria pensar.
    Parabéns!!!

    • Claudia Bins 23 de julho de 2017, 20:46 comentar

      Que bom Maria, a idéia é de ajudar mesmo. Só quem passa por isso sabe de tudo o que precisamos! Abraço e boa sorte!

      Clau

  2. Raquel 1 de novembro de 2017, 03:20 comentar

    Olá! Muito bom seu post! Estamos seriamente inclinados a nos mudarmos para Portugal, mas meu marido está correndo atrás da cidadania italiana dele primeiro. Achamos que esse seria um meio legal de estar legalmente no país, já que não nos enquadramos em nenhum tipo de visto rs somos jovens, com filho pequeno… Amei as dicas e vou seguir vcs no instagram. E vou ler e reler o post para ter certeza de que farei um check list como este quando for a nossa vez. Parabéns pela coragem, pela mudança e, ainda mais, por este meio de informação que nos será tão útil!

    • Claudia Bins 1 de novembro de 2017, 17:39 comentar

      Raquel, fico bem feliz em ajudar que quer fazer o mesmo. Sei bem que essa fase de tomada de decisão, planejamento e ida em si é muito estressante. Mais ainda se temos filhos. Conta comigo se precisar de mais alguma informação e acompanha a gente por aqui e no Instagram que sempre tem coisas novas! :-)

      Beijos e boa sorte

  3. Jennifer 26 de novembro de 2017, 23:19 comentar

    Olá. Vc pode me passar seu contato? Vamos em 2019 eu meu marido e meu filho de 5 anos. Gostaria muito que vc me ajudasse. Todo esse processo é muito difícil, principalmente com filho pequeno.

    Aguardo
    Muito obrigada

    Bjs Jennifer

    • Claudia Bins 27 de novembro de 2017, 16:39 comentar

      OI Jennifer,

      Falamos pelo Instagram, certo? Vou enviar o material que você pediu pelo email.
      Abraço e obrigada pela visita!

      Clau

  4. Thalita Ghetti 4 de dezembro de 2017, 16:02 comentar

    Boa tarde, acabei de conhecer o blog e ja me apaixonei! Parabéns!!!
    Por acaso você tem esse check list no word ou excel? Adoraria salvar, se fosse permitido, claro!

    Beijos

    • Claudia Bins 4 de dezembro de 2017, 21:56 comentar

      Oi Thalita, tenho sim! Vou enviar para o seu email do yahoo, ok?

      Abraço,

      Claudia

  5. Mylma 15 de dezembro de 2017, 20:31 comentar

    Boa noite, Cláudia, amei o seu texto você escreve muito bem. Estou de mudança para Portugal vou com dois filhos pequenos, uma menina de 6 anos e um menino de 10 anos, irei sozinha passei em um mestrado, estou querendo dar um tempo do Brasil, quero saber se adapto. Gostaria que vc me enviasse o contato do tranfer e o check list por e-mail.
    Obrigada.

    • Claudia Bins 15 de dezembro de 2017, 20:49 comentar

      Olá Mylma,

      Obrigada! :-) Já passo o checklist para o email que vc colocou aqui. Se não receber, por favor avise. Passo lá também o contato para o Transfer.

      Abraço e ótima sorte!

      Clau

  6. Renata 17 de dezembro de 2017, 17:50 comentar

    Olá!! Estou me preparando para ir pra Portugal em fevereiro. Estive em novembro conhecendo o país e amei. Tenho una dúvida que não sei onde pesquisar. Vamos mudar com visto D2. Sabe me dizer ou onde pesquisar, o ue posso levar na mudança? Além dos documentos e brinquedos, queria levar meus computadores e alguns itens de cozinha. Queria saber se existe algum limite para levar esses itens. Muito obrigada!!!

    • Claudia Bins 20 de dezembro de 2017, 06:57 comentar

      Olá Renata, tudo bem?
      Olha, você pode levar o que quiser desde que cumpra as regras da companhia que vai transportar suas coisas. Nós levamos 8 malas com tablets, notebooks, itens de informática além de roupas e objetos pessoais. Se você contratar uma firma para mudança pode levar até móveis. Informe-se com a cia aérea sobre o que pode ou não levar.

      Abraço,

      Clau

  7. Vania Rodrigues 29 de dezembro de 2017, 15:17 comentar

    Ola, muito útil seu post!!! Nos mudaremos no final de janeiro, e já estou enlouquecida pra não esquecer nada! Se puder me enviar no email o check list, super agradeço!

    • Claudia Bins 3 de janeiro de 2018, 16:37 comentar

      Enviando agora mesmo! Beijo e boa sorte!

      Clau

  8. Marcello e Natalia 4 de janeiro de 2018, 12:46 comentar

    Bom dia! Me chamo Natália sou portuguesa mas resido no Brasil desde pequena quando vim com meus pais e irmãos.Eu é meu marido que é Brasileiro , gostamos muito do seu blog e achamos muito objetivo é claro.Tudo que comentou,parece que estava falando para nós.Estamos estudando a possibilidade de morar em Portugal.Iremas agora em Julho para conhecer Portugal e escolher uma cidade para morar,temos uma filha de 11 anos e pensamos muito no estudo dela .Eu e meu marido já estamos aposentados e não buscamos trabalho o nosso foco é nossa filha.A nossa dúvida é a cidade para morar.Moramos na cidade do Rio de Janeiro.Poderia nos dar algumas dicas? Nossa maior dúvida de é o bairro e a cidade.Ressalto que não tenho mais parentes em Portugal.

    • Claudia Bins 4 de janeiro de 2018, 13:48 comentar

      OI Natalia, tudo bem?

      Olha, essa é uma pergunta complicada… se eu te perguntasse qual bairro você indica para quem quer morar no Rio de Janeiro? Depende né? Depende da condição financeira, das prioridades, do que é mais importante… No meu caso, eu queria tranquilidade perto da cidade grande, ótimas escolas e proximidade a transporte público. Tudo isso dentro de um preço que eu pudesse pagar. Tente definir algumas diretrizes e eu posso tentar ajudar indicando lugares, pois senão fica muito abrangente. 😉

      Abraço,

      Claudia

  9. Odete Flávia Bomfim 5 de janeiro de 2018, 17:09 comentar

    Cláudia !! Que ótimo que eu encontrei este blog e todas essas informações descritas, que são de suma importância. Vou continuar te acompanhando pois estou realizando um planejamento para mudar para Portugal em 2020. Se possível gostaria sim de receber esse check list por email.

    Muito grata pelas informações!!!!

    Tudo de Bom!!

    Odete Bomfim

    • Claudia Bins 7 de janeiro de 2018, 18:39 comentar

      Oi Odete,

      Mandando agora mesmo! Boa sorte para você!

      Abraço,

      Clau

  10. Natalia 6 de janeiro de 2018, 01:32 comentar

    Oi Claudia, obrigada pelo retorno.
    Nossa prioriodade em ir para Portugal é a qualidade de vida e segurança, porém temos uma filha de 11 anos, e estamos preocupados com a escola, portanto uma de nossas prioridades é realmente a proximidade com boas escolas.
    Se vc conhece o Rio de Janeiro, gostariamos de um bairro similiar a Tijuca.
    Seria possível me enviar o Check list, por e-mail?
    Desde já agradeço.

    • Claudia Bins 7 de janeiro de 2018, 18:38 comentar

      Enviando agora mesmo, Natália!
      Eu gosto muito de Cascais, que fica a 20 ou 30 minutos de Lisboa. Para referências do Brasil, é como se fosse um bairro. Tem boas escolas (inclusive escolas internacionais). Em Lisboa mesmo, eu gosto do bairro das Amoreiras e do Marquês do Pombal. São os bairros mais novos (mas também por isso, bem mais caros). No geral, os bairros todos são muito bem estruturados, com acesso a transporte público, escolas e mercados. Existem escolas muito boas e nosso artigo http://aspasseadeiras.com.br/morar-em-portugal-4-dicas-praticas/ eu mostro os critérios que usei para escolher. Os mesmos critérios podem ser utilizados para qualquer cidade/bairro que você escolher. Se tiverem oportunidade, seria bom visitar a cidade para ter uma ideia melhor de onde vocês gostariam de morar. Foi o que fizemos e foi muito bom ;-).

      Abraço e boa sorte!

      Clau

  11. Roselaine Ferreira 6 de janeiro de 2018, 22:19 comentar

    Olá, Claudia!
    Chamo-me Roselaine e moro no Rio de Janeiro. Pesquisando sobre morar em Portugal, cheguei até aqui e pude ler seu artigo. Muito bom. Parabéns pela iniciativa!
    Eu e meu marido estamos viajando para Portugal em março e ficaremos um ano. A ideia é conhecer e mudar de vez.
    São tantas providências, sem esquecer nada. Ufa!
    Se puder me enviar por e-mail o check list, eu agradeço.

    • Claudia Bins 7 de janeiro de 2018, 18:27 comentar

      Oi Roselaine, tudo bem?
      Enviando agora mesmo! Boa sorte para vocês e desejo que sejam muito felizes! :-)

      Abraço,

      Clau

  12. sabrina 14 de janeiro de 2018, 13:07 comentar

    Olá…meu marido e eu estamos pensando em nós mudar para Portugal…eu tenho um filho pequeno que neste ano irá começar no jardim 1…eu sei que as aulas na Europa começam em setembro…ele perderia o ano aqui…e começaria tudo novamente ou eu consigo que ele conclua o ano aqui…e ao transferir já irá para outra classe…que no caso aqui no Brasil seria o jardim 2

    • Claudia Bins 14 de janeiro de 2018, 17:20 comentar

      Oi Sabrina,

      Depende da escola e de você. As duas situações são possíveis. No nosso caso optamos por fazer as meninas esperarem o período inicial aqui, sendo assim elas “perderam” 6 meses em relação ao Brasil, mas conheço muitas pessoas que os filhos “pularam” os seis meses e começaram na série seguinte. É questão de conversar com a escola e ver qual caso é melhor.

      Abraço e volte sempre!

      Clau

  13. Angela Cristina Antunes 15 de janeiro de 2018, 00:25 comentar

    Oi, Cláudia. Vi sua entrevista no “Aprendiz de Viajante”, adorei. Aí comecei a te seguir e gostei mais ainda. Eu e meu marido iremos nos aposentar no início de 2019 e estamos pensando em fazer exatamente isso que vcs fizeram. Portanto, seu blog está caindo feito uma luva pra gente. Muito obrigada por dividir suas experiências. Estou lendo e relendo cada tópico. Mais uma vez, obrigada. Beijos. Angela.

    • Claudia Bins 16 de janeiro de 2018, 16:17 comentar

      Ai que bom Angela! Fico muito feliz em estar ajudando vocês de alguma maneira. Volte sempre e qualquer pergunta é só deixar aqui que eu farei o possível para responder.

      Beijo,

      Claudia

  14. Angela Cristina Antunes 18 de janeiro de 2018, 00:44 comentar

    Oi, Cláudia. Obrigada pela resposta, vou perguntar mesmo, pois estamos no momento planejando e pesquisando….Esse visto D7, que é o que estamos pensando em tirar, tem validade? Ou seja, a pessoa pode ficar no país por um período ou é indefinido. Beijos.

    • Claudia Bins 18 de janeiro de 2018, 13:40 comentar

      Angela,

      O visto tem validade inicial de 4 meses e depois vc precisa solicitar a Autorização de Residência, que vai valer por 1 ano. Depois, renova a cada 2 anos até completar 6. Depois deste período pode solicitar a Residência permanente.

      Abraço,

      Claudia

  15. Angela Cristina Antunes 20 de janeiro de 2018, 00:34 comentar

    Obrigada, Cláudia, pela resposta. Abraços. Angela.

  16. Gustavo 21 de janeiro de 2018, 15:37 comentar

    Oi, Claudia. O dia da nossa viagem está chegando e achei esse seu post pra ver sobre o que falta.
    Você pode me enviar a checklist? Obrigado

    Aina não olhei direito se você publicou algum post sobre documentos mais importantes de se levar. Minha esposa quer fazer um curso de formadores que é necessário pra quem deseja dar aulas em cursos livres, mas ainda não ficou muito claro o que precisamos.

    Abraço

    • Claudia Bins 21 de janeiro de 2018, 15:57 comentar

      Oi Gustavo, coração acelerado? :-) Acabei de enviar o checklist e também respondi sobre os documentos. Vai dar tudo certo!

      Abraço e boa sorte!

      Clau

  17. Maria 1 de fevereiro de 2018, 13:32 comentar

    Olá Claudia!
    Como todos que comentaram esse post eu e meu marido também temos planos de ir para Portugal, inclusive compramos ontem as passagens para uma viagem exploratória em Abril. Você poderia, por gentileza, me enviar o checklist? Fiquei com uma dúvida em relação ao NIF, foi tranquilo tirá-lo durante a sua viagem exploratória? Brasileiro legalizado no país pode se responsabilizar por nós ou tem que ser português?
    Obrigada e boa sorte para você e sua família!
    Abraços,

    Maria

    • Claudia Bins 1 de fevereiro de 2018, 15:30 comentar

      Olá Maria,

      Tudo bem? Envio sim, pode deixar. Quanto ao NIF, pode ser estrangeiro sim, só vai precisar de um representante fiscal, que pode ser sim outro estrangeiro que resida em Portugal, legalmente, a mais de 6 meses. Você vai precisar de um comprovante de residência (pode ser do Brasil mesmo) em seu nome e um em nome de seu marido. Ou, se for o caso, traga a certidão de casamento apostilada, daí basta um comprovante só.

      Abraço e boa sorte!

      Claudia

  18. Jessica 4 de fevereiro de 2018, 14:51 comentar

    Olá Claudia, adorei a postagem! manda o check list pra mim por favor?! Obrigada.

    • Claudia Bins 4 de fevereiro de 2018, 20:32 comentar

      Mando sim, em seguida.

      Beijo e boa sorte!

      Claudia

  19. Andreia 12 de fevereiro de 2018, 00:35 comentar

    Claudia! Parabéns! Pode me enviar por email? Grata neves _andreia@hotmail.com

    • Claudia Bins 13 de fevereiro de 2018, 14:00 comentar

      Obrigada Andreia! Mando sim, em seguida!

      Beijo,

      Clau

  20. Camilla 13 de fevereiro de 2018, 18:06 comentar

    Claudia, boa tarde… Acompanho seu blog e adoro! Suas informaçoes sao muito ricas para quem esta pensando em mudar pra Portugal. Eu e meu marido planejamos mudar para Portugal no final do ano. E tenho duas duvidas, não sei se consegue me ajudar… Li que para tirar o NIF é necessário levar alguem que more em Portugal há, pelo menos, 6 meses.. Se eu não conheço ninguém, existe alguma outra possibilidade? E a outra duvida é, voce sabe dizer se é possivel abrir conta em Portugal estando no Brasil? Alguma pela internet, algo assim? Gostaria muuuuuuito de fazer como você, ir antes para abrir uma conta e agendar no SEF, mas acredito que não será possivel. :/

    Aguardo sua resposta,
    Grata,

    • Claudia Bins 15 de fevereiro de 2018, 11:08 comentar

      Olá Camila, tudo bem?
      Obrigada, querida, é um prazer ajudar.
      Olha, existem serviços, pessoas que se propõe a acompanhar a pessoa até as Finanças e ser o representante fiscal, por um valor pré-estabelecido. Se for o caso e você se interessar, posso te recomendar alguém. Da última vez que vi, o valor era entre 80 e 100 euros por adulto.

      Sobre a conta no banco, eu lembro de ter lido em algum lugar que o Banco Millenium tinha agência em São Paulo e que era possível abrir conta por lá. Talvez valha a pena pesquisar melhor sobre isso. Como não foi nossa experiência, não sei informar melhor. Mas se descobrir, venha me contar, assim posso atualizar o post e ajudar outras pessoas ;-).

      Obrigada,

      Clau

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.

error: Content is protected !!