O menino que não queria ser príncipe

O menino que não queria ser príncipe

Este post inaugura a série #dicasdelivros aqui no site. As Passeadeiras amam ler e somos fãs de histórias fantásticas, contos de fada, livros que ensinam a fazer alguma coisa e até livros de culinária. Ah, também amamos histórias em quadrinhos… Mas voltando a dica de hoje, O menino que não queria ser príncipe foi eleito, aqui em casa, o livro que mais gostamos em 2015.

O menino que não queria ser príncipe

De Georgina Martins, com ilustrações delicadas de Laura Michell, O menino que não queria ser príncipe nos presenteia com 3 histórias diferentes:

  1. Os presentes da princesa
  2. O silêncio da princesa
  3. O menino que não queria ser príncipe

O menino que não queria ser príncipe

Na primeira, uma princesa da cor da noite, com cabelos enroladinhos, estava em idade de casar e, seu pai, o rei, procurava um pretendente.  O rei fazia questão que o moço escolhido fosse muito especial, corajoso, inteligente, honesto e carinhoso.  Apareceram 3 pretendentes que teriam 6 meses para provar seu valor trazendo, cada um, um presente para a princesa, que fosse diferente de todos os presentes já recebidos por ela até então. Entre presentes mágicos, pretendentes e as difíceis escolhas da vida, o conto tem um final bem diferente daqueles que estamos acostumados.

O menino que não queria ser príncipe

Na segunda, havia um príncipe mal-educado e prepotente que não respeitava ninguém e, por isso não tinha amigos. Após fazer uma maldade, recebeu uma maldição, a de que se casaria com a princesa silenciosa. A tal moça era muito temida no reino, pois morava em um castelo todo ornamentado com ossos e peles daqueles que haviam tentado fazê-la falar. Sagacidade, coragem e inteligência permeiam esse conto delicioso, que foi o nosso favorito entre os três. 

O menino que não queria ser príncipe

Na terceira história, a que dá título ao livro, um menino pobre e uma princesinha nasceram no mesmo dia e, tiveram como madrinhas a Morte, no caso do menino e 3 fadas boas, no caso da princesinha. O menino foi agraciado por sua madrinha improvável com 3 pedidos enquanto a menina foi abençoada com todas as graças, pelas suas madrinhas. Já grandes, a menina foi raptada por um gigante e ninguém conseguia libertá-la. O menino, agora rapaz, foi então tentar sua sorte, usando as graças recebidas de sua madrinha. Mais uma vez a coragem, inteligência e sagacidade permeiam a narrativa, que ainda termina de forma nada convencional.

Disponível nas melhores livrarias e também online, compramos por 33,00 em uma promoção na Livraria Saraiva, em setembro de 2015.

Editora Edelbra

O menino que não queria ser príncipe

Curtiram? Conta pra gente se conhecem o livro, se tem outros para recomendar! Deixe aí nos comentários.

Leia outros artigos sobre Cultura aqui.

__________________________________

Quer receber as dicas por email? Assine nossa Newsletter. Uma vez por semana, você recebe além da nossa Agendinha POA com a programação infantil para o final de semana, os artigos mais lidos aqui do blog. E participe do grupo Passeando em Porto Alegre, no Facebook para dicas de passeios, oficinas, restaurantes todos os dias.

               * campo obrigatório

Veja um exemplo aqui

__________________________________

Beijo das Passeadeiras!

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : Claudia Bins

0 Comentário

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.