Roteiro para ir do Algarve a Évora

roteiro do algarve a evora

Continuando nossa viagem de férias em Portugal, no post de hoje conto qual foi nosso roteiro para ir do Algarve a Évora, quando visitamos os Castelos de Silves e Beja. A viagem foi muito tranquila, como sempre, percorremos ótimas estradas e utilizamos o Google Maps Offline para nos orientarmos pelo caminho.

Mais uma vez optamos por paradas estratégicas ao longo do caminho para visitar castelos, sempre uma preferência das meninas.  Não podíamos escolher melhor! O Castelo de Silves é uma imensa fortaleza vermelha, localizada em uma cidade que parece parada no tempo e ficamos encantados com o que vimos por lá.

Do Algarve a Evora

O Castelo de Silves

O mapa abaixo mostra nosso percurso, desde que saímos de Portimão, no Algarve, e aqui neste post conto como foi nossa visita à cidade de Portimão e nossa dica de hospedagem por lá:

 

 

Visitando o Castelo de Silves

De Portimão até Silves levamos cerca de 30 minutos. Uma viagem rápida e tranquila percorrendo a estrada N124. Já na chegada a cidade podemos avistar a enorme fortaleza no alto do morro por um lado e o rio Arade, do outro.

Chamada de Silb ou as-Shilb durante os anos de domínio muçulmano, foi reconquistada pelo Rei Sancho I, cuja estátua se encontra em frente a entrada do Castelo, junto a inscrição: “Sancius dei gratia, Portugalis, Algarve, Silves, rex, 1189”. A conquista, no entanto, durou até 1191, quando caiu novamente em mãos árabes, sendo que somente voltaria às mãos portuguesas em 1253, sob o reinado de D. Afonso III.

 

do algarve a evora

Castelo de Silves

 

A cidade que hoje é conhecida como o maior produtor de laranjas do país já foi capital do reino Al-Faghar e detinha o título de “Bagdad do Ocidente”. O Castelo de Silves foi classificado como Monumento Nacional através de um decreto em 23 de junho de 1910.

Hoje em dia, nós vimos uma cidade que parecia ter ficado no passado, com um charme meio decadente, típico das cidades pequenas portuguesas. As ruelas estreitas e sinuosas escondem tesouros nem tão escondidos e lamentamos não podermos ficar mais tempo por ali, explorando cada cantinho da cidade.

 

do algarve a evora

Passeando em Silves

 

Mas voltando ao Castelo de Silves, para visitá-lo pagamos € 2,80 (adultos) e  € 1,40 (crianças) logo na entrada do Castelo e depois de passarmos por um grande portão em estilo árabe chegamos ao enorme pátio cercado pelas muralhas avermelhadas que caracterizam a fortificação.

 

do algarve a evora

O Castelo de Silves

 

O Castelo, assim como a grande maioria dos Castelos Portugueses, resume-se a fortificação, às muralhas em si, e não exatamente a um castelo como imaginamos, com quartos e salas. Grande parte disso se deve ao fato das construções terem sido fortemente abaladas e destruídas por ocasião do terremoto de 1755 em Portugal.

As antigas cisternas, construídas para armazenamento de água e mantimentos no passado, hoje viraram galerias com exposições de objetos do local e também estudos sobre a fauna e flora da região.

 

do algarve a evora

Visitando as Cisternas do Castelo

 

O dia estava lindo, como todos os dias que passamos em Portugal durante nossas férias, em dezembro de 2016. Não havia nuvem no céu, que, muito azul, contrastava com o avermelhado do granito das muralhas. As palmeiras e jardins lembravam a herança árabe e conferiam ainda mais beleza ao local.

 

do algarve a evora

Detalhes do Castelo de Silves

 

Percorremos toda a extensão das muralhas, visitamos as cisternas e contornamos as escavações arqueológicas existentes no local. Ali aprendemos também a Lenda do Mouro Encantado:

 

“Ele apareceria, com o seu chapéu de aba larga, de manhã, na parte norte do castelo, desafiando as pobres lavadeiras que iam lavar às pequenas toalhas de água que por aí surgiam. De um modo geral, as lavadeiras faziam-lhe graça e ele vingava-se desencadeando sobre elas chuvas de pedra.
Quando no Castelo foram instaladas as prisões, o mouro desapareceu. No entanto os presos diziam que todas as noites sentiam, pela meia noite, um estremecimento em todo o Castelo e ouviam, até de madrugada, o mouro remexendo em papéis velhos.”

Fonte: Algarve Encantado

 

do algarve a evora

A Catedral de Silves

Para visitar o Castelo de Silves, estacionamos o carro bem perto da Catedral de Silves. A igreja gótica foi construída no século XIII onde antes havia uma mesquita. Sob a catedral fica o Museu Arqueológico de Silves, que não visitamos, mas fica aqui o registro para quem tiver a oportunidade. Outra atração é a Ponte romana, sob o rio Arade e as muitas portas e janelas da cidade são encantadoras e também merecem registro!

 

Silves (5)

 

A cidade de Silves abriga, em agosto, a Feira Medieval de Silves, quando recria acontecimentos históricos animados com banquetes, bailes, comidas artesanais e artesanato, tudo ambientado como na época medieval.

 

do algarve a evora

A ponte romana de Silves

___________________________________________

Procurando hospedagem no Algarve? Veja aqui as ofertas do Booking.com. Fazendo sua reserva por aqui, não paga nada a mais por isso e nós recebemos uma pequena comissão que ajuda o blog a continuar trazendo informações bacanas para você!

 

  Booking.com

___________________________________________

 

do algare a evora

O Castelo de Beja


Visitando o Castelo de Beja

Saindo de Silves partimos em direção à cidade de Beja, no Baixo Alentejo, percorrendo cerca de 125 km. Chegamos a cidade na hora do almoço, com muita fome, e logo avistamos um pequeno centro comercial na entrada da cidade, onde resolvemos parar para almoçar, antes de seguir a visita ao Castelo.

 

Beja (1)

 

A cidade que foi uma próspera colônia romana chamada Pax Julia, ficou cinco séculos sob domínio muçulmano, que lhe alteraram o nome para Baja ou Beja até que, em 1162, foi reconquistada pelos cristãos.

A Lenda de Beja

Conta a lenda que quando a cidade de Beja era uma pequena localidade de cabanas rodeada de um compacto matagal, uma serpente assassina era o maior problema da população. A solução para este dilema passou por assassinar a serpente, feito alcançado deixando um touro envenenado na floresta onde habitava a serpente. É devido a esta lenda que existe um touro representado no brasão da cidade.

Fonte: Wikipedia

 

Beja (3) 

Nosso destino era o Castelo de Beja, somente. Não teríamos tempo para visitar a cidade, que não é exatamente um destino turístico famoso, mas que tem lá seus encantos. Um deles é o Mercado de Sábado, ao redor do Castelo, com produtos típicos e aquela efervescência típica dos mercados regionais. Infelizmente não era sábado, então o Castelo estava praticamente vazio pra nós. :-)

Beja

Entramos no Castelo, que tem entrada gratuita, com a intenção de subir ao topo da sua impressionante Torre de Menagem, que tem mais de 40 metros de altura, conhecida como a mais alta da península ibérica e de onde podemos observar a cidade e a imensidão da planície alentejana ao seu redor.

Beja (5)

No alto da torre há também uma janela com desenho medieval e as meninas amaram ficar por ali, brincando de princesas e imaginando como era a vida por ali, no passado. 

Beja (6)

O pátio interno guarda um café e banheiros e só. Do lado de fora há um gramado bastante convidativo a um passeio ou piquenique. Foi uma parada rápida, mas que curtimos muito por ser mais um castelo que conhecemos nesse lindo país.

Beja (7)

De lá seguimos viagem para Évora, onde chegamos no final da tarde e será tema do próximo post.  Foi um dia sensacional, provando mais uma vez que Portugal é um destino ideal para famílias e para Roadtrips! Veja aqui um pequeno filme sobre o nosso roteiro do Algarve a Évora, visitando os Castelos de Silves e de Beja:

 

________________________________________

 

Procurando hotel em Portugal? Veja as ofertas aqui no Booking.com abaixo. Fazendo sua reserva aqui pelo blog As Passeadeiras você não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão que ajuda o blog a continuar trazendo informações e dicas bacanas para você:

 

Booking.com

 

________________________________________

 do algarve a evora

Procurando onde se hospedar com crianças em Lisboa? Veja aqui nossa dica!

Vá de Lisboa ao Algarve visitando castelos – Um roteiro inesquecível!

Hospede-se em um palácio no Algarve, sem ficar pobre!

Algarve com crianças: Passeando em Faro

Algarve com crianças: um dia em Tavira, a cidade das lendas e do rio de dois nomes

Férias em Portugal: 45 dias, 4 alegrias e 1 tristeza

Algarve com crianças: Júpiter Algarve Hotel, a pérola de Portimão

Hotel Vila Galé Évora – Simplesmente inesquecível

Viajando com crianças? Veja aqui nossas dicas para arrumar as malas

15 dicas para viajar de avião com crianças

Morar em Portugal: Atendimento médico, como é?

PB4 – O que é e como solicitar

 

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : Claudia Bins

1 Comentário

  1. […] De Lisboa ao Algarve – Roteiro de 1 dia visitando castelos […]

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.

error: Content is protected !!