Viagens Inspiradoras: Trabalho voluntário na África e Ásia

trabalho voluntario na africa e asia

 

A Graziele é dessas pessoas que a gente olha e já sente aquele calor humano, aquela energia boa, só de estar em sua presença. Eu tive o prazer de trabalhar com ela na Dell e a alegria de ter acompanhado essa experiência de vida fantástica que hoje ela conta aqui no blog. Grazi viajou por 17 países em um ano sabático e fez trabalho voluntário na África e Ásia. Uma viagem para lá de inspiradora!

Ler o relato da Grazi é sentir a emoção aflorar e desafio vocês a não se emocionarem ao perceberem o quanto uma experiência  como essa pode modificar a forma com que vemos o mundo. Tenho certeza que as palavras da Grazi são mais que verdadeiras: ninguém sai igual de uma viagem como essa.

Obrigada Grazi por aceitar dividir conosco suas aventuras e seu entusiasmo em fazer o bem! Volte sempre que quiser, o blog As Passeadeiras estará de braços abertos. Todas as fotos do post são da Graziele Inácio.

 

 

Trabalho voluntário na África e Ásia

Por Graziele Inácio

 

Quando recebi o convite para escrever sobre voluntariado aqui no blog As Passeadeiras, fiquei por muitos dias pensando em como faria este post, então resolvi contar um pouquinho da minha história, de como surgiu o @followmeporai e como foram as minhas experiências, na África e na Ásia, fazendo trabalho voluntário.

Sou uma gaúcha, de 39 anos anos, gerente de projetos de TI, envolvida com social e, principalmente, apaixonada por viagens. Em 2016, depois de um período que dediquei ao meu autoconhecimento e onde pude rever meus valores e propósito de vida, resolvi mudar minha vida, sair da minha zona de conforto, deixar minha vida pessoal e profissional extremamente estáveis, seguir meu coração e realizar um sonho antigo. E qual era meu grande sonho? Fazer um ano sabático, sair por ai viajando por este mundão, ter experiências diferentes, viver outras culturas e ter a oportunidade de fazer trabalho voluntário fora do Brasil.

 

voluntariado na áfrica e ásia

Sorrisão lindo demais da Nuria minha mini modelo queniana. Foto by Graziele Inácio

 

Não sei se todos sabem o que é um ano sábatico, mas apenas para contextualizar, vou explicar. Um ano sabático é quando você tira 12 meses para se dedicar a um projeto pessoal, se desligando das funções profissionais. Meu projeto pessoal se transformou no “Follow Me Por Aí”, que em 2017 passou por 17 países da África, Ásia e Europa. Um ano que marcou profundamente minha vida, repleto de aventuras inesquecíveis, sonhos realizados, medos vencidos, pessoas incríveis e, com um toque especial do bem, que foram as experiências de voluntariado especiais e cheias de amor que vivi no Quênia, Laos e Camboja.

O “Follow Me Por Aí” surgiu durante o planejamento da minha viagem em 2016 e com o objetivo de compartilhar minhas histórias e inspirar outras pessoas a seguir seus sonhos e seu propósito de vida. Foi durante este momento de planejamento que dediquei boa parte do meu tempo pesquisando por projetos voluntários que me inspirassem. Fazer trabalho voluntário era uma parte muito importante da minha trajetória pelo mundo, pois estes seriam os momentos mais significativos, onde eu teria a chance de retribuir ao universo um pouco de todo o privilégio de poder viajar por um ano. Existem várias maneiras de você se envolver com trabalho social e diversas causas, mas eu sabia que queria trabalhar com crianças, pois a educação é uma das coisas que considero essencial para buscarmos um mundo um pouco melhor. Então imagina você poder influenciar, mesmo que um pouco, no futuro de crianças que na realidade são o futuro? Este foi o meu grande motivador na busca de projetos.

E como eu encontrei meus projetos de voluntariado? Com o foco definido, basicamente, fiz diversas pesquisas na internet, me conectei no facebook e instagram com viajantes que fizeram trabalho voluntário, peguei dicas de amigos viajantes e, também, pesquisei bastante os projetos do site Workaway (https://www.workaway.info/)*. Este momento pré-viagem, de conexão com outras pessoas, foi muito legal, porque já pude perceber como existe gente bacana neste mundo viajando, fazendo coisas legais, espalhando o bem e dispostas a compartilhar e ajudar. Estas conexões cheias de energia boa me fizeram ter mais certeza que eu estava no caminho certo. Eu já havia lido muitos blogs e conversado com várias pessoas que estavam, ou tinham retornado, de viagens longas. Numa destas conversas, conheci uma viajante brasileira que tinha rodado o mundo por 2 anos. Meu objetivo era trocar idéias com ela sobre países da África e sobre Índia, porque eu ainda tinha receio de ir para estes lugares sozinha (apesar de já ter ido para a India 2 vezes a trabalho). A África não estava nos meus planos mas, durante nossa conversa pelo messenger, ela me contou sobre um projeto lindo em Nairóbi, no Quênia, fundado por uma brasileira e chamado Hai África.

 

voluntariado na áfrica e ásia

Quênia-A felicidade contagiante do dia dos balões. Foto by: Graziele Inácio

 

Após me informar melhor e entrar em contato com a fundadora, eu simplesmente me apaixonei pela essência da escola e pelas crianças, o que acabou colocando a África no meu roteiro. O Hai é uma escola que provê educação humanizada, refeições 3x ao dia e noções de higiene para mais de 30 crianças vulneráveis da comunidade. Fiquei muito animada, senti que era um lugar especial! O segundo projeto, escolhi através do site do workaway. Após muitas pesquisas, encontrei o SAE LAO (agora EEFA), que fica no Laos, na cidade de Vang Vieng (Vilarejo Ban Nathong). Este projeto tem como lema “Educação igual para todos” e o grande objetivo de dar oportunidade para crianças e adolescentes aprenderem inglês, além da consciência ambiental, preparação profissional e suporte para a comunidade desenvolver formas sustentáveis de viver.

 

trabalho voluntário na África e Ásia

Laos – Grazi e seus alunos e amigos voluntários

 

Curti muito o projeto e do Brasil já entrei em contato com o coordenador para combinar a minha ida. O Laos é um país do sudeste asiático e tem 25% da população abaixo da linha de pobreza. Aprender inglês é muito importante para as crianças e adolescentes porque, com certeza, vai ajudar na busca de um futuro melhor. Fiquei muito feliz com a minha escolha, porque sabia que era um lugar que ia poder fazer diferença!

 

trabalho voluntário na áfrica e ásia

Camboja – Crianças da comunidade super felizes com as doações de lápis de cor e apontador, adoram desenhar. Foto by: Graziele Inácio

 

O terceiro, e último, projeto de voluntariado escolhido para a minha viagem foi uma dica de um grande amigo que conheci na Ásia em 2016. O projeto era dar aulas de inglês na escola “Dolphin English School”, que fica localizada no Camboja, na província de Kratie. Kratie é uma pequena cidade na beira do Rio Mekong com cerca de 36 mil habitantes. Fiz uma pesquisa mais detalhada no site do Workaway, me interessei demais pela causa e imediatamente entrei em contato com o Yuth, o grande responsável pela escola existir e uma pessoa que, certamente, tem toda a minha admiração. Assim como no Laos, no Camboja também é super importante para as crianças e adolescentes aprenderem inglês, porque é algo que vai ajudar e influenciar no futuro deles. Em Kratie, em torno de 70 crianças carentes são beneficiadas pelo projeto do Mr.Yuth. Mais uma vez, fiquei muito animada com a minha escolha!

 

Camboja - Meus alunos, galerinha do barulho

Camboja – Meus alunos, galerinha do barulho. Foto by: Graziele Inácio

 

Todos os projetos que me envolvi em 2017 foram transformadores, mas a experiência mais marcante, sem dúvida, foi o trabalho no Quênia. Foi lá que, logo no início da minha viagem, me peguei complemente fora da zona de conforto, refletindo, revendo meus valores e, sentindo uma gratidão imensa pela vida e pela oportunidade de estar ali. Vivi por 3 semanas numa comunidade extremamente carente chamada Kabiria, onde não existe água encanada, onde as ruas são de areia vermelha (..a poeira faz parte da vida), mas onde encontrei os sorrisos mais lindos e doces que já pude ver em toda a minha vida. Foi especial e agregador demais, e ao mesmo tempo desafiador, poder viver de perto a realidade de uma comunidade africana, morar na casa de uma família local e ter contato com crianças tão iluminadas.

 

Camboja - Domingo era dia de nadar com as crianças na piscina da comunidade. Foto by: Graziele Inácio

Camboja – Domingo era dia de nadar com as crianças na piscina da comunidade. Foto by: Graziele Inácio

 

Imagina a sensação de você poder dar e receber carinho de crianças, que na maioria dos casos, não tem o que comer em casa, mas todos os dias estão ali com aquele sorrisão no rosto e um olhar sincero de agradecimento? É uma sensação maravilhosa. Agora, imagina você ter a alegria de participar do momento que os “babies do Hai” saíram da comunidade, pela primeira vez na vida (sim primeira vez!), para visitar um projeto social que ajuda “babies” elefantes? Foi lindo e agradeço imensamente meus amigos por colaborarem para este dia acontecer!

 

trabalho voluntário na áfrica e ásia

Quênia – O dia emocionante que os babies do Hai encontraram os babies elefantes. Foto by Graziele inácio.

 

Outro momento que me emociona, só de lembrar, foi a felicidade gigantesca deles em receber um simples balão na hora das atividades do “playoutside”, algo normal para muitas crianças que conhecemos, mas para eles uma “gratidão imensa”. E eles rezando com toda a sua força e agradecendo pela comida todos os dias? Meu coração quase não aguentava. Foram tantos momentos emocionantes e tantos aprendizados, que o sentimento na hora de ir embora foi simplesmente de agradecimento e certeza que um dia eu voltaria. Saí de lá uma outra Grazi, mais grata, mais feliz e cheia de energia para seguir meu caminho pelo mundo. Asante Hai! (Obrigada Hai!)

 

trabalho voluntário na áfrica e ásia

Quênia – Hora de escovar os dentes, lindos! Foto by Graziele Inácio.

 

Fazer trabalho voluntário na África e na Ásia, certamente, me mudou. Não tem como você sair igual depois de experiências como estas. Todo mundo deveria, pelo menos uma vez na vida, se envolver em uma ação voluntária para poder sentir no coração aquela sensação boa e renovadora de fazer o bem ao próximo. Você se desafia, se abre a um mundo completamente diferente do seu, aprende sobre novas percepções e, principalmente, se dispõe a servir as pessoas que precisam de ajuda e, que no final, te dão muito mais em retorno do que você imagina.

 

trabalho voluntário na áfrica e ásia

Camboja – Eu e a família @thebeckerworkaway ajudando a pintar as mesas da escola. Foto by Graziele Inácio

 

“Fazer o bem faz bem” e estamos precisando de mais energia do bem no nosso mundo atual. Voluntariado, no meu ponto de vista, nada mais é do que uma troca, uma conexão de amor positiva, uma corrente do bem, algo que te faz crescer como pessoa e te torna mais feliz por fazer a diferença. O sentimento será sempre de gratidão, e eu sinto, da forma mais verdadeira possível, muita gratidão por estas experiências que eu vivi!

“Quando nos doamos, recebemos algo em troca: felicidade.” Dalai-Lama

 

Para mais detalhes sobre os meus relatos de viagem acessa o https://www.followmeporai.com.br/ ou me segue lá no @followmeporai. :) Para mais informações sobre os projetos:

Hai África

https://www.facebook.com/haiafrica

@haiafrica

SAE LAO

http: //www.saelaoproject.com

https://www.facebook.com/saelaoproject/

DSE Cambodia

http://dsecambodia.wixsite.com/dolphinschool

https://www.facebook.com/dolphinschoolofenglish/

@dolphin_school_of_english

 

Já segue nossas redes sociais, onde contamos mais sobre nosso dia a dia morando em Portugal e damos dicas de passeios em família por todos os lugares. Passa lá no IG @as_passeadeiras

_______________________________________________

 

Quer receber as dicas por email?

Assine nossa Newsletter

Uma vez por semana, você recebe os artigos mais lidos aqui do blog, onde sempre tem dicas para quem quer viajar em família ou morar em Portugal.

Assine nossa Newsletter aqui:

* Campos obrigatórios
 
Escolha qual o formato do email:

 

Veja um exemplo aqui

 

_______________________________________________

 

Se você precisa transferir dinheiro para Portugal e não tem certeza de qual serviço utilizar, nós recomendamos o TransferWise. Isto não é uma propaganda ou um post patrocinado, é o serviço que usamos mensalmente para fazer transferências do Brasil para Portugal, já que nossos rendimentos vem do Brasil. O TransferWise cobra o IOF e uma taxa de serviço, que tem sido menor que qualquer outro banco que temos consultado. Também garante a taxa do câmbio por 72 horas. Para transferir, você precisa criar uma conta no TransferWise, confirmar seus dados (da primeira vez, não precisa, somente depois da segunda – eles podem pedir a cópia de um documento de identificação e comprovante de endereço). Para quem quer transferir mais que um determinado montante por ano também  precisa confirmar comprovante de rendimentos (extratos bancários ou Declaração de IR). Até a data deste post era algo em torno de 25 mil reais/ano. Também vai precisar ter os dados de sua conta no exterior (IBAN e Bank Code). O processo é rápido e fácil. As primeiras remessas demoram até uma semana e as seguintes são mais rápidas.

_____________________________________ 

 

Procurando hotéis ou apartamentos em Portugal? Faça suas reservas clicando no link abaixo, escolha opções com cancelamento grátis e leia os reviews e comentários sobre cada oferta. Assim você garante o melhor preço e a melhor opção de hospedagem para sua viagem através do nosso parceiro Booking.

Booking.com

 

Ainda não é cadastrado no Booking? Clique aqui e receba R$50,00 de crédito na primeira viagem.

Se vai viajar não esqueça de fazer seu seguro viagem. Faça sua cotação aqui e escolha o tipo de cobertura que mais lhe convém na World Nomads, parceiro aqui do blog.

_____________________________________ 

 

Procurando sugestões de passeios por Portugal?

 

GuimarãesLiving – Travel & Adventure 

Tease Cais do Sodré

Degustação de Vinho do Porto – Portugal Experiences 

Voo TAP com crianças

Um dia em Cascais visitando o centro histórico

Butchers – Carne de primeira em Lisboa

Estufa fria de Lisboa

L’Éclair Patisserie – Um pouco de Paris em Lisboa

Pastelaria Versailles, um dos cafés mais bonitos de Lisboa

Roteiros, hotéis e passeios no Algarve 

Roteiros, hotéis e passeios no Alentejo

Veja o relato completo do roteiro de Évora ao Porto aqui.

15 razões para visitar Aveiro, a Veneza de Portugal

Colhendo cerejas em Portugal

Procurando onde se hospedar com crianças em Lisboa? Veja aqui nossa dica!

Zoológico de Lisboa – Passeio imperdível com crianças!

Sesimbra – Um bate-volta de Lisboa no melhor estilo BBB – e lindo demais!

Museu do Oriente – Um dos melhores museus de Lisboa

Roteiro pelo Bairro Príncipe Real em Lisboa

Fábrica da Nata – Um dos Cafés mais lindos de Lisboa

Dica de passeio bate-volta desde Lisboa: Visitando Óbidos, a cidade das rainhas

Vá de Lisboa ao Algarve visitando castelos – Um roteiro inesquecível!

Hospede-se em um palácio no Algarve, sem ficar pobre!

Algarve com crianças: Passeando em Faro

Algarve com crianças: um dia em Tavira, a cidade das lendas e do rio de dois nomes

Hotel Vila Galé Évora – Simplesmente inesquecível

Férias em Portugal: 45 dias, 4 alegrias e 1 tristeza

Algarve com crianças: Júpiter Algarve Hotel, a pérola de Portimão

Viajando com crianças? Veja aqui nossas dicas para arrumar as malas

15 dicas para viajar de avião com crianças

 

Pensando em morar em Portugal? Veja aqui nossas dicas quentinhas

 

Checklist depois da mudança

4 Dicas práticas para quem pensa em vir morar em Portugal

Leia aqui o checklist que fizemos antes de nossa mudança

Checklist depois da mudança – o que você vai ter que fazer assim que chegar lá

Adaptação da família em Portugal

Dicas para alugar apartamento em Cascais

Como abrir conta bancária em Portugal – Nossa experiência com o Activo Bank

Como transferir dinheiro do Brasil para Portugal – Nossa experiência com o TransferWise

SEF – Autorização de Residência e a novela do visto

 Leia aqui como obtivemos o visto D7 para residir em Portugal

Como obter o visto de imigrante empreendedor

Vai dirigir em Portugal? Saiba como trocar sua CNH pela Carta de Condução Portuguesa

Dicas para mobiliar sua casa em Portugal

Supermercados em Portugal

PB4 – O que é e como pedir o seu

Como é o atendimento médico de urgência em Portugal (ou como foi nossa experiência)

Apartamento para alugar na ribeira do Douro no Porto

Como alugar um apartamento pelo Airbnb – Dicas testadas e aprovadas por nós

Como é o atendimento médico de urgência em Portugal (ou como foi nossa experiência)

10 coisas estranhas em Portugal!

 

 

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : Claudia Bins

5 comentários

  1. Ana Carolina Santos 14 de março de 2018, 15:54 comentar

    Como não se emocionar? Relato mais lindo, de alguém que conheci “por acaso”… se é que as pessoas entram por acaso na nossa vida. Feliz em ler, em conhecer, aprender e admirar ainda mais.
    Darei para meus filhos lerem…

    • Claudia Bins 14 de março de 2018, 16:20 comentar

      Demais essa viagem da Grazi, ela é muito especial e fiquei super feliz de compartilhar aqui a história dela <3!

      Beijos,

      Clau

  2. Maria Elizete Inácio 19 de março de 2018, 01:35 comentar

    Claudia adorei te conhecer em Lisboa junto com a Grazi. E, realmente, não tem como não se emocionar com os relatos e a experiência que ela teve junto às crianças e as pessoas maravilhosas que cruzaram o caminho dela durante este ano especial, assim como em outros tempo. Você é um dos exemplos. Estou muito orgulhosa de ti minha filha pelo belíssimo trabalho que fizestes. Bjs

    • Claudia Bins 19 de março de 2018, 10:51 comentar

      Queridaaaaa,

      Que coisa mais linda de ler! Muito obrigada, de coração! E mais uma vez parabéns pela filha maravilhosa. A Grazi é um exemplo para todos nós e eu rezo que minhas filhas tenham essa chama brilhando sempre, assim como ela tem.

      Um beijo no coração,

      Clau

  3. Graziele Inacio 20 de abril de 2018, 18:23 comentar

    Aiiii, agora que vi que tinham comentários lindos! Obrigadaaaa Claudia, Ana e minha mãe querida que eu amo!! :) Beijoss e muito feliz com a oportunidade de compartilhar um pouquinho aqui

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.

error: Content is protected !!