Um lugar para estudar

um lugar para estudar

 Fim de férias e a criançada voltando às aulas cheias de energia para um novo ano! Nossa psicopedagoga Circe Palma escreve hoje sobre aquele cantinho, um lugar para estudar, que ajude nossos filhos a estabelecerem sua rotina escolar, em casa. Obrigada Circe, por mais um artigo leve de espírito e importante em significado.

____________________________________

Pode parecer sem muita importância, mas ter um lugar específico para fazer os temas da escola, remete as crianças a uma rotina necessária para que estudar se torne mais que um hábito. Se transforme em algo prazeroso. As crianças, num primeiro momento, estão sempre motivadas pelas novidades. Tudo que não conhecem ainda desperta a curiosidade e as deixa plenas de vontade de saber. Mas, passados estes primeiros momentos, estudar pode ser algo cansativo e não mais interessante, pois é um trabalho a fazer que se mostra. Tem que fazer isto,aquilo, etc.etc.

Neste momento é que a rotina estabelecida anteriormente passa a ser bastante importante, pois já está incorporada em seus hábitos. Estudar é interessante para algumas crianças e completamente enfadonho para outras. Se os pais proporcionam um lugar agradável, ainda que não gostem de estudar, pelo menos irão sentir-se confortáveis neste espaço.

O local pode ser no próprio quarto da criança, pois este é um espaço já personalizado e, de certo modo, já definido para ela. A decoração não precisa ser o ponto principal, mas é legal que tenha os mesmos elementos que compõe o quarto. É claro, que não podem faltar a mesa para estudo, uma estante para por livros e cadernos, de modo que fiquem fácil de encontrar e também potinhos com lápis, borrachas, tesouras, etc.

____________________________________

Veja aqui nossas dicas de decoração para cantinhos de estudo, por Laura Lindenmayer

____________________________________

Um espaço que seja tranquilo, silencioso, mas que permita o som da TV, uma música, etc. Ao contrário do que pensam muitos pais, as crianças conseguem e até precisam de algum movimento a sua volta, enquanto fazem os temas e estudam. O silêncio absoluto, constrange e amedronta, algumas vezes.

Eu preciso de algum barulho, disse-me um garoto. Porque? Senão parece que estou sozinho, disse ele.

 

Circe Palma

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : Claudia Bins

0 Comentário

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.

error: Content is protected !!