Hospedaria Rio do Vento em Caxias do Sul

hospedaria rio do vento

Em julho passado enquanto estávamos em férias lá em Paraty, no Rio de Janeiro, recebi um email que me deixou intrigada. Era uma apresentação sobre a Hospedaria Rio do Vento, em Caxias do Sul e dizia assim:

“Aqui em Caxias do Sul há uma opção de hospedagem que é a cara da estação, e que é um passeio maravilhoso para fazer com crianças. A Hospedaria Rio do Vento possui aquecedor a lenha, e seu charme reside na inusitada decoração com elementos antigos, agregando um ar rústico, mas que mantém as exigências de conforto atuais. Além disso, possui um amplo pátio, parquinho e coelhos e porquinhos-da-índia para divertir os pequenos.”

Fiquei super curiosa, fui pesquisar mais e no último final de semana fomos lá conhecer, a convite da Hospedaria Rio do Vento. ❤

Hospedaria Rio do Vento

Morangos hidropônicos

A viagem de Porto Alegre até Caxias do Sul é super tranquila, pela RS-122. Pouco antes de chegar à cidade há uma placa indicando a Rota do Sol (RSC 453), à esquerda. Seguindo por ali a Hospedaria fica 6,5 km depois, no km 154.8. As plaquinhas indicam o caminho. Assim que a gente sobe a rua de chão batido há um barco do lado esquerdo, o estacionamento do Barlavento logo acima e a entrada do mesmo fica à direita.

Hospedaria Rio do Vento

A Hospedaria fica passando o restaurante onde logo avistamos a construção peculiar, que chama a atenção pela rusticidade e pelo verde em volta. O estacionamento sombreado com taquaras fica ao lado da casa e do lago.

Hospedaria rio do vento

Hospedaria Rio do Vento

Hospedaria Rio do Vento

Estacionamento, lago e área atrás do Restaurante Barlavento

São seis suítes com ar condicionado, para manter o conforto térmico tanto no inverno quanto no verão e cada uma leva o nome de algum lugar visitado pela família. Ficamos hospedados na suíte Patagônia, com vista para o lago ao lado. A Hospedaria Rio do Vento também possui um aquecedor a lenha enorme na sala de estar, que contrasta lindamente com um enorme candelabro no teto. Nos dias frios, Mauricio Fedrizzi  e Bruna, os donos da Hospedaria, contaram para nós que costumam cozinhar pinhões para os hóspedes ali mesmo no aquecedor.  Bruna é responsável pela gastronomia da pousada e do restaurante Barlavento e a famosa cuca de mirtilo é uma de suas especialidades.

Hospedaria Rio do Vento

A sala de estar e café da manhã

Estacionamento, lago e área atrás do Barlavento

Aquecedor

No início de outubro pegamos dois dias lindos, com céu azul e temperatura amena de dia e, durante a noite, fazia um friozinho gostoso, mas não frio o suficiente para o aquecedor ser aceso… vamos ter que voltar no inverno!

A sensação é de estarmos na casa de campo de amigos, um lugar aconchegante em todos os sentidos. Dá vontade de andar de pijamas e pantufas, sentar ao sol para comer bergamotas e tomar chimarrão. 😁

Hospedaria Rio do Vento

Decoração rústica e moderna combinada

A história da Hospedaria Rio do Vento começa pela compra de dois casarões antigos que seriam demolidos na região das Missões. Eles foram desmontados e reconstruídos em Caxias do Sul. O mais novo deles serviu de base para o mais antigo, datado de 1871. A parte superior da casa é feita com o material oriundo de lá. Cada detalhe da decoração da hospedaria foi gerenciado pessoalmente pelo seu dono, que deixou a vida de executivo para dedicar-se exclusivamente a um novo conceito de vida que incluía o cultivo de morangos, o restaurante e a hospedaria. Com inspiração no tema de viagens, relembra as construções inglesas do início do século XX na Patagônia e na Tasmânia, combinadas com a simplicidade do estilo uruguaio de morar. Uma combinação fascinante! 

Hospedaria Rio do Vento

A porta salva do incêndio

Eu fiquei encantada com a porta do nosso quarto e quando perguntei se ela também vinha das casas antigas, Maurício contou que um dia passava na estrada quando viu uma casa em chamas. Parou o carro e achou a tal porta. Não teve dúvidas, levou a porta para a pousada e a combinação foi perfeita!

Hospedaria Rio do Vento

Nosso quarto era amplo e arejado, com uma cama de casal, uma cama de solteiro no térreo e mais uma cama de solteiro no andar de cima. A escada é bem íngreme, então se for o caso de duas crianças pequenas, por exemplo, pode-se pedir que coloquem as camas no mesmo ambiente, no andar de baixo. O quarto em frente tem as 2 camas de solteiro no andar de cima e tem quarto com berço também.

Hospedaria Rio do Vento

Detalhe do quarto, com edredon de penas de ganso e cobertores ultra macios

Com todo aquele ar rústico alguém pode questionar o conforto da Hospedaria, mas eu já adianto que não há motivo de preocupação. O banho é perfeito, com ducha forte e quente, piso anti-derrapante, toalhas macias e cheirosas. TV a cabo, wi-fi grátis, vidros duplos, lençóis macios e cama super confortável garantem uma noite tranquila e relaxante. 

Hospedaria Rio do Vento

Decoração na entrada da Hospedaria

Hospedaria Rio do Vento

Detalhes da decoração

Além da sala de estar no andar térreo, tem ainda uma sala menor no segundo andar, com uma cadeira de balanço antiga e subindo mais uma escada chegamos a uma salinha de leitura aconchegante e ensolarada, com vista para as estufas de morangos hidropônicos.

Hospedaria Rio do Vento

A entrada do Barlavento

A Hospedaria Rio do Vento foi inaugurada em 2014, mas o restaurante Barlavento, que é dos mesmos donos, existe a mais tempo. Sobre o Barlavento, contarei no próximo post, mas já adianto que é super concorrido, principalmente aos domingos. Ainda assim, visitá-lo é mandatório, nem que seja para o lanche da tarde. Mas fica aberto desde a manhã até o happy hour (sábados até as 20:00). Conhecido na cidade por apresentar diversas sobremesas com os morangos hidropônicos cultivados na propriedade, os locais o chamam carinhosamente de “os morangos”.

Hospedaria Rio do Vento

Restaurante Barlavento

O cardápio conta com pratos quentes como massas, sopas e sanduíches. Tal como a Hospedaria, o Barlavento chama a atenção pela sua decoração. Com inspiração náutica, todas as paredes do local são recobertas por fotos e outros itens ligados à navegação e ao mar, como boias, cordas, mastros, lemes. Mais uma vez,a opção foi pessoal: veleiros são um dos hobbies do seu dono. Me senti em José Inácio, no Uruguai!

As meninas curtiram as referências aos piratas :-).

hospedaria rio do vento

Muito amor por esse café da manhã

Hospedaria Rio do Vento

Café da manhã memorável

Hospedaria rio do vento

Olha o tamanho desse morango!

O café da manhã também tem um toque pessoal: alguns ingredientes são cultivados na propriedade, como morangos e tomates-cerejas hidropônicos e os itens estão a venda na lojinha do Barlavento. A ideia é priorizar a qualidade das opções oferecidas. A cuca de mirtilo, o iogurte,  junto com o suco puro de morangos e o cheirinho de café recém  passado fizeram a alegria da família toda aqui, principalmente da Juju, que se esbaldou na sua fruta favorita! 

Hospedaria Rio do Vento

Mini zoo com porquinhos da índia e coelhos

Hospedaria Rio do Vento

Realizadas com os bichinhos

Hospedaria Rio do vento

Diversão para a garotada

Para as crianças, que são muito bem-vindas, o grande gramado, o lago ao lado com patinhos, a casinha de madeira com balanço e os bichinhos no mini zoo atrás do Barlavento já são diversão suficiente. Thor, o filho dos donos ainda fez um clube só para meninos que é bem, para dizer o mínimo, curioso e criativo. 

Hospedaria Rio do Vento

A colheita do dia

 
Hospedaria Rio do Vento

O cultivo de morangos hidropônicos, ao som de rock’n’roll, reggae e música latina

As estufas com morangos hidropônicos, ou seja, cultivados em canos com água da chuva ao invés de plantados na terra, ficam ali ao lado. Maurício explicou que não ter terra como meio de cultivo protege as plantas da maioria das pragas e doenças, geralmente transmitidas pelos micro-organismos presentes no solo. Isto possibilita a produção sem o uso de agrotóxicos. As flores no início de cada fileira tem a mesma função das roseiras nos parreirais, servir de chamariz e aviso caso haja alguma praga. Os visitantes podem olhar os morangos de longe, pois os morangos são protegidos de contaminação biológica, então as visitas ao interior das estufas são proibidas.

Maurício, no entanto, abriu uma exceção para nós e tivemos o privilégio de conhecer os detalhes do cultivo. Explicou as variedades dos morangos, cujas mudas são importadas e contou que após pesquisar bastante resolveu utilizar música ambiente nas estufas, que tocam rock ‘n’ roll, reggae e música latina para os moranguinhos crescerem felizes. :-)

Hospedaria Rio do Vento

As estufas de cultivo dos morangos hidropônicos

Um passeio delicioso, em todos os sentidos. A todo instante podemos sentir o alto-astral da família e de todos que trabalham ali. Um lugar aconchegante, autêntico, onde fomos recebidos com um abraço carinhoso pela Maura, que além de especialista em morangos é toda atenção para o hóspedes e faz de um tudo para manter a casa em perfeita ordem.  Na hora de irmos embora ainda ganhamos de presente um pão feito em casa, que também é vendido no Barlavento. Delicioso, comemos quentinho no lanche, a noite, quando já estávamos em casa, sonhando acordados com o dia de voltarmos lá…

O que mais gostamos?

Honestamente, tudo! Não houve nada que não estivesse ao nosso agrado. Desde a recepção carinhosa, o conforto das instalações, a decoração autêntica, a gastronomia, o conceito da Hospedaria e do Barlavento, os produtos orgânicos produzidos ali… isso sem falar no ar puro e todo aquele verde. Gostei tanto que quis ficar ali mesmo o final de semana inteiro, curtindo o ambiente até o último minuto. 

O que poderia ser melhor?

Quebrei a cabeça aqui para ver o que poderíamos deixar como colaboração, falei com as meninas e com o marido e nada! Acredito que sempre podemos deixar um carinho na forma de sugestão, quando acreditamos de verdade que um lugar é merecedor de nosso retorno e recomendação. A única coisa que senti falta foi uma mesinha ou cabide no quarto, para pendurar a bolsa ou a câmera. Nada porém que afetasse nossa hospedagem. É um detalhe ínfimo, mas fica a sugestão.

Hospedaria Rio do Vento

Barlavento e Rio do Vento Hidroponia
Rota do Sol – RSC 453, KM 154,8 s/n
Telefone para reservas: (54) 9908-5500
Site: www.riodovento.com.br

Tarifas (em outubro/2016): diárias para casal a partir de R$ 280 com café da manhã. Quarto para família  a partir de R$ 370.

_________________________________________

*Disclaimer: Agradecemos a hospedagem oferecida pela Hospedaria Rio do Vento e o carinho com o qual fomos recebidos. As refeições no Barlavento foram por nossa conta e todas as opiniões expressas aqui são frutos, única e exclusivamente, de nossa opinião.


_________________________________________

 

Leia aqui outras sugestões de passeios no Rio Grande do Sul:

5 passeios bate-volta pelo blog Malas e Panelas

 5 passeios para curtir ao ar livre em Gramado

6 passeios bate-volta por Adriana Martins

Ecoparque Sperry e Restaurante Bêrga Motta em Gramado

Restaurante O Butiá em Itapuã

7 Passeios bate-volta por As Passeadeiras

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : Claudia Bins

14 comentários

  1. Luciano e Andrea 11 de outubro de 2016, 00:52 comentar

    Caramba, que lugar legal. Ficamos loucos para conhecer – e para experimentar os morangos :)
    Beijos

  2. fanny Carpentieri 11 de outubro de 2016, 16:39 comentar

    Adoro suas viagens!! Fico aqui babando!! Tudo rústico que delicia! Super aconchegante!!
    Me fala do morangoooo! Rafa é louco por morangos! Ele ia pirar!! beijosss

  3. Beatriz Borges 12 de outubro de 2016, 13:05 comentar

    Lugar nostálgico. Vendo as fotos e lendo suas impressões fui me sentindo numa máquina do tempo. Que delícia!!!
    E esta plantação de morangos hein? De encher os olhos (e a boca d’agua).
    É uma opção ótima de passeio com crianças.
    Me encantei

  4. Alê Nunes 13 de outubro de 2016, 01:59 comentar

    Que lugar lindo, adorei a dica e mais ainda esses morangos, adoro!
    bjs,
    Alê

  5. Michele Gobbato 13 de outubro de 2016, 11:56 comentar

    Adorei a dica, pelo relato e fotos você conseguiu mostrar como o lugar é acolhedor e gostoso, deixando o leitor com vontade de ir para o lugar.

    Bjs Mi Gobbato @espacodasmamaes

  6. Adriano Bisker 13 de outubro de 2016, 14:22 comentar

    Ameeeeeei este lugar!! Que aconchego, que calmaria!! Delicia!! E cada foto mais incrível, parabéns pelo post!!!

  7. Ariane Baldassin 13 de outubro de 2016, 16:29 comentar

    Muito contato com a natureza. Isso é ótimo para os pequenos. Adorei a dica. Um dia ainda vou visitar essa região linda

    ww.arianebaldassin.com

  8. […] Hospedaria Rio do Vento em Caxias do Sul […]

  9. Camila 14 de outubro de 2016, 11:33 comentar

    Que lugar lindo e aconchegante. Adoro quando a natureza esta assim, preservada e pertinho dos hóspedes.
    Deu vontade de conhecer!
    Beijos,

  10. Laís Sass 17 de outubro de 2016, 00:07 comentar

    Só de ver a primeira foto já desejei visitar esse lugar! Amaria fazer colheita e comer e comer e comer!!! hahaha Muito lindo o relato, quem sabe m dia consigo conhecer e levar o Pedrinho! <3

    • Claudia Bins 17 de outubro de 2016, 11:59 comentar

      Vocês vão amar, com certeza Laís! 😉

      Beijo,

      Clau

  11. Chris Ferreira 17 de outubro de 2016, 11:48 comentar

    Que delícia de lugar. Adorei as fotos e os morangos hidropônicos.
    beijos
    Chris

  12. Louise Furtado de Aguiar 17 de outubro de 2016, 16:08 comentar

    Coisa mais linda! E os morangos? Ai deu água na boca!

  13. Restaurante Barlavento - As Passeadeiras 27 de dezembro de 2016, 06:45 comentar

    […] Hospedaria Rio do Vento […]

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.