Passeio de Jeep em Paraty

Passeio de jeep em Paraty

Um dos passeios mais cobiçados para quem visita Paraty é o Jeep Tour ou o Passeio de Jeep em Paraty. Em nossa visita a cidade, durante as férias de julho, fomos convidados pela Agência Turismo e Lazer em Paraty e a MB Paraty Turismo para conhecermos as cachoeiras da Serra da Bocaina, alguns alambiques e parte do caminho do ouro, tudo isso dentro de um Jeep. Nossa cara uma aventura assim nas férias!

Nosso motorista, o Serginho, nos buscou na Pousada às 10:00 da manhã, conforme o combinado e junto com mais 4 passageiros iniciamos o passeio. Paramos na saída da cidade rapidamente para escolhermos o cardápio do almoço com o pessoal do Restaurante do Tarzan, onde almoçaríamos mais tarde. O Serginho parou o Jeep e nós nem descemos. Olhamos os cardápios, escolhemos os pratos e seguimos viagem.

O passeio leva em torno de 5 horas e eu achei bem tranquilo. Visitamos as 3 cachoeiras mais famosas da região: Pedra Branca, Tobogã e Tarzan e mais 2 alambiques: Pedra Branca e Engenho D’Ouro. Em todas as paradas nós tivemos tempo de sobra, sem correrias e o Serginho foi super atencioso, passando muitas informações sobre a história dos lugares, a flora e a fauna e também sobre a cidade de Paraty.

Dica: Leve protetor solar, repelente e calçados confortáveis para caminhar. Chinelinhos não são aconselhados. Uma sandália bem presa no pé para caminhar nas trilhas ou um tênis são opções mais adequadas. As meninas foram com melissinhas e funcionou super bem pois são leves, fresquinhas e podem molhar.

Passeio de Jeep em Paraty

Trajeto do Passeio de Jeep em Paraty(@Google maps)

O Jeep (ou Jipe) é um Jipe, ninguém pode esperar luxo e conforto! Mas era arejado e ninguém ficou apertado. Fui com as meninas na parte de trás e o marido sentou na frente, ao lado do Serginho. O ruim de sentar atrás é que as vezes o barulho do vento atrapalhava para escutar as explicações. Mas assim que descíamos eu perguntava tudo e o Serginho bem cheio de paciência explicava tudo de novo.

Passeio de jeep em paraty

Subindo no Jeep

Passeio de Jeep em Paraty

Dentro do Jeep

O passeio começou pela BR-459, a Estrada Real ou Caminho do Ouro, que é asfaltada, mas logo entramos à direita e paramos na Cachaçaria Pedra Branca, um alambique relativamente novo, onde aprendemos sobre a fabricação da água ardente, da cachaça e de outros derivados da cana de açúcar. A Cachaçaria se orgulha de fazer um trabalho sustentável e além de percorrermos a propriedade e ouvirmos as explicações tivemos um tempo para fotografar tudo e visitar a lojinha, onde nos ofereceram degustação de bebidas e doces (melado, balas entre outros).

Passeio de Jeep em Paraty

Alambique Pedra Branca

Passeio de Jeep em Paraty

Aprendendo o processo

Passeio de Jeep em Paraty

Lojinha do Alambique

Passeio de Jeep em Paraty

Os passarinhos coloridos da Serra da Bocaina

De lá seguimos em direção a Cachoeira Pedra Branca, que fica em uma propriedade privada e é preciso pagar 5,00 para entrar. A Juju não pagou (até 5 anos). A pequena trilha segue por um caminho de terra e pedras até chegar a um poço com uma pequena queda d’água, onde paramos para fotografias. Seguimos em frente até a Cachoeira, onde ficamos por um bom tempo.

Passeio de Jeep em Paraty

Entrada da Fazenda Pedra Branca

Passeio de Jeep em Paraty

Primeira parada

Passeio de Jeep em Paraty

A trilha que leva até a cachoeira

Passeio de Jeep em Paraty

Palmeiras que dão o palmito

Passeio de Jeep em Paraty

Cachoeira da Pedra Branca

Apesar da água muito fria, as meninas se esbaldaram. Tremiam de frio mas não queriam sair da água! Eu e o marido amarelamos… tô fora de água fria! kkkk Aproveitei e fotografei muito. Quando a Juju estava ficando roxa eu pedi que saísse da água e bem nessa hora apareceram uma família de saguis para a alegria delas. Rolaram umas bananas e quando acabaram os bichinhos foram embora, aproveitei para secar as meninas no sol (com uma toalha que eu tinha levado da pousada) e colocar as roupas de volta. Ficamos curtindo um solzinho mais um pouco e seguimos o passeio.

Passeio de Jeep em Paraty

Saguis atacando uma banana

Passeio de Jeep em Paraty

Já viram Urucum?

Passeio de Jeep em Paraty

Brincando de indiazinha :-)

Nossa próxima parada foi o Alambique Engenho D’Ouro, na Estrada Real, que fica bem em frente a Igreja da Penha e também ao caminho que leva até a Cachoeira do Tobogã. Mais degustação de bebidas e guloseimas (a essa altura eu já estava zonza! kkkk Sou fraquinha para bebidas e cheguei a cogitar entrar na próxima cachoeira).

Passeio de Jeep em Paraty

Marco da Estrada Real

Passeio de Jeep em Paraty

Não, não é cachaça! :-) É melado!

Atravessamos a rua depois de um tempo e seguimos até a Cachoeira do Tobogã, mas antes o Serginho contou que a Igreja da Penha havia sido construída em cima de uma pedra por conta da lenda. Disse que todas as Igrejas “da Penha” são construídas em cima de uma pedra porque uma vez, em Portugal, um rapaz foi picado por uma cobra em cima de uma pedra. Rogou a Nossa Senhora que o salvasse e prometeu que ergueria ali uma igreja em seu nome se ele não morresse. O gajo não morreu e ali começou a tradição. Adoro essas historinhas!!!

Passeio de Jeep em Paraty

Igreja da Penha

Outra curiosidade é que bem em frente a Igreja da Penha fica o Caminho do Ouro original, que era um caminho bem menor que uma estrada, calçado com pedras, aberto a mando do Rei. Existe um portão e um aviso que ali só podemos ir acompanhados por um guia turístico. Um passeio que deve ser muito bacana de fazer, relembrando os passos dos tempos coloniais, percorridos por aqueles que carregavam mantimentos e traziam ouro e pedras preciosas entre Paraty e outras cidades.

Passeio de Jeep em Paraty

O “Tobogã”

Nossa próxima parada foi a Cachoeira do Tobogã, onde uma pedra gigante faz as vezes de escorregador por onde os corajosos e incautos descem sentados ou (pasmem) em pé! Vimos uma demonstração que filmei aqui:

Dá arrepios pensar que a distância entre o ponto de queda na água até a parede de pedra em frente é quase nada e pode dar um baita problema se a criatura cair mal… mas sempre tem os doidos que se arriscam. Inclusive tem campeonato de surf na pedra, pelo que nos contou o Serginho. Cada doido no mundo…

Passeio de Jeep em Paraty

Criando coragem para entrar na água gelada

Subindo a trilha chegamos a uma parte bem menos perigosa, onde uma pequena queda d’água faz uma piscina de águas cristalinas (e geladíssimas), com pedras roladas e areia no fundo. As meninas mais uma vez foram mais corajosas que nós. Eu bem que arrisquei um pé, mas congelei até a raiz dos cabelos, então arrepiei. Velhice é triste!

Fui devidamente castigada sendo atacada selvagemente pelos borrachudos. Estavam famintos pelo jeito e, tanto eu quanto o marido, ficamos lembrando do passeio por muitos dias graças aos malditos bichinhos. Nem chegaram perto das meninas, ainda bem. Acredito que tenhamos passado repelente nelas, super bem, e em nós, bem mal. Assim fomos premiados. #ficaadica

Digo que dói viu, dói e coça muito! Ainda bem que levei pomada anti alérgica e água boricada. Depois do banho fiz compressa com água boricada e passava a pomada várias vezes. Sou super alérgica e se não faço isso chego a ter febre. Mas ficou tudo bem e não foi o caso.

Passeio de Jeep em Paraty

Pronta pra encarar a ponte pênsil do Poço do Tarzan

Passeio de Jeep em Paraty

Poço do Tarzan

Quando saímos da Cachoeira do Tobogã seguimos até o Poço do Tarzan, onde passamos por uma ponte pênsil, que as meninas amaram, para chegar até o restaurante. Ficamos ali bastante tempo, o suficiente para almoçar tranquilamente e ainda tomar banho no Poço do Tarzan, quem quisesse. Dessa vez as meninas declinaram o banho então ficamos só curtindo a paisagem e a preguicinha pós almoço.

Passeio de Jeep em Paraty

Imagina gaúcho com fome vendo isso aqui?

Passeio de Jeep em Paraty

Diferentes ambientes do Restaurante do Tarzan

Passeio de Jeep em Paraty

Old style selfie :-)

Pouco depois das 16:30 levantamos acampamento e voltamos para a Pousada, cansados mas muito felizes com o passeio.

__________________________________

Passeio de Jeep em Paraty

O que eu mais gostei?

– Gostei que foi um passeio tranquilo, sem correrias, sem pressa. Em todos os lugares tivemos tempo suficiente para curtir. Lembrando que a Juju tem 5 anos e a Manoela 10, em nenhum momento elas ficaram desconfortáveis, cansadas ou com medo. 

– Gostei das narrativas do Serginho, das histórias que ele contou que coloriram o passeio, mesclando a natureza da Serra da Bocaina com aspectos históricos, lendas e contos da região. Isso enriqueceu muito o dia.

– As cachoeiras são uma atração irresistível, para quem gosta de natureza. É o nosso caso. Mesmo sem ter entrado na água, foi uma lavada na alma. Só estar ali, respirando o ar puro, ouvindo o barulho das águas cristalinas foi revigorante.

– Nós fomos em julho, em época de férias escolares. Ainda assim, em nenhum momento havia multidões. Havia gente, claro, mas nada que comprometesse a qualidade do passeio. 

– A comida, no Restaurante do Tarzan estava ótima! Pode até ser por que estávamos com fome. Havíamos pedido um prato de picanha, para 2 e um PF com bife de entrecot. Sobrou comida. Acompanhava salada, feijão e arroz e tudo estava muito gostoso. A comida era simples, mas bem feita e bem temperada. 

O que eu não gostei?

– A estrada que leva até a cachoeira Pedra branca é bem ruim. Cheia de buracos e dentro do jipe pulávamos que nem saco de batatas. O trecho é curto mas por conta da estrada demora mais.

– Não gostei dos borrachudos, claro! Mas tenho certeza que se tivesse passado repelente corretamente eles não teriam nos atacado. Basta ver as meninas que não tiveram uma picada sequer! Então, se você for, não esqueça de levar repelente e protetor solar.

__________________________________

No mais, como observação geral, eu imagino que no verão deve ser bem mais quente e com mais mosquitos mas, em compensação, deve ser uma delícia tomar banho nas cachoeiras! Agora, estava bem fria a água, mas ainda assim eu recomendo o passeio. Como contei aí em cima, não entrei mas aproveitei cada segundo. E muito!

Os valores do passeio, através da agência Turismo e Lazer em Paraty, pode variar um pouco, mas em julho de 2016 eram:

Baixa Temporada – (março, abril, maio, junho, agosto, setembro, outubro e novembro) Jeep Tour: R$70,00 – adultos

* crianças até 5 anos passeiam em cortesia; crianças de 6 à 11 anos pagam metade do valor e crianças acima de 11 anos pagam valor inteiro;

Alta Temporada – (dezembro, janeiro, fevereiro e julho)

Jeep Tour: R$90,00 – adultos * crianças até 5 anos passeiam em cortesia; crianças de 6 à 11 anos pagam metade do valor e crianças acima de 11 anos pagam valor inteiro; * feriados nacionais, regionais e festivais locais serão considerados alta temporada, ainda que ocorram em baixa;

Turismo e Lazer em Paraty: (24) 3371-4609 / 99866-9075
barbralisboaparaty@gmail.com bevparaty@gmail.com
bevparaty.wix.com/turismoparaty
Facebook e Instagram: Turismo e Lazer em Paraty

 _____________________________________________
 
Se você curte o blog e quer ajudar para que possamos continuar fornecendo informações e dicas bacanas de passeios por aí, clique no banner localizado na lateral direita dessa página ou clique abaixo:

Reservando seu hotel através da nossa página você não paga nada a mais por isso, tem a garantia de menor preço do Booking.com e nós ganhamos uma pequena comissão.
 
 _____________________________________________
 
** Disclaimer: Nosso passeio foi uma cortesia da agência Turismo e Lazer em Paraty e da MB Paraty Turismo mas as opiniões aqui descritas são frutos única e exclusivamente de nossas impressões sobre os passeios.
 
 
 
 
 
 
Curtiu o post? Compartilhe com os amigos! Se tiver perguntas, dúvidas ou sugestões vamos gostar muito de ouvir. É só deixar aí nos comentários. Aproveite para seguir nossas redes sociais, clicando nos botões aí embaixo. Você vai ficar por dentro de todas as novidades.
 
Beijo das Passeadeiras!

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : Claudia Bins

23 comentários

  1. Francine Agnoletto 24 de agosto de 2016, 13:06 comentar

    Que delicia de passeio.
    Dodô iria amar. Preciso voltar com ele para Paraty!

    beijão para vocês

  2. Liliane Inglez 24 de agosto de 2016, 14:27 comentar

    Que passeio mais lindo! Visitei alguns lugares parecidos quando era solteira. Faz muuuuito tempo e não me lembro de nada! Quero voltar para Paraty, lugar que eu amo demais!

  3. Guaciara 24 de agosto de 2016, 18:44 comentar

    Mas gente, eu AMO esse tipo de passeio! Com direito a paradinha em alambique, hummm! Adorei a foto da pequena experimentando melado, valeu a observacao, hahaha, parecia cachaca! E nao, eu nunca tinha visto Urucum! Demais seu post! E saudade de Paraty, lugar lindo, anotada sua dica numa proxima vez!

    • Claudia Bins 24 de agosto de 2016, 20:17 comentar

      Hahaha Guaciara, coloquei a nota por causa do marido que alertou que alguém ia pensar que era cachaça! kkkk

      Beijo,

      Clau

  4. Tania Santos 25 de agosto de 2016, 01:39 comentar

    Passeio top, lugar maravilhoso, mas tem de gostar de uma aventura né???
    Lindo!!

    • Claudia Bins 25 de agosto de 2016, 12:31 comentar

      Verdade Tania, tem que curtir aventurar. Mas a gente ama! :-)

      Clau

  5. Melissa Lima 25 de agosto de 2016, 01:56 comentar

    Caraca! Um dia na minha vida já fui jipeira, acredita! A long long time ago… Mas nunca tive a sorte de conhecer Paraty, no máximo Visconde de Mauá ….. Atolamos muito por lá! Adorei. Beijos

  6. Simone Hara 25 de agosto de 2016, 11:52 comentar

    Que trem doido esse surf na pedra! Parece mega divertido! As doideras que a molecada inventa pra se divertir!
    Fosse eu tentar fazer algo assim dava com o bumbum na pedra!
    Adorei o passeio! Estou super tentada a voltar em Paraty e tô adorando as dicas! Um final de semana vai ser pouco!

    • Claudia Bins 25 de agosto de 2016, 12:34 comentar

      Simone, por mim ficava um mês de tanto que curti Paraty! Acho que em outubro/novembro deve ficar melhor ainda…

      Clau

  7. Alê Nunes 25 de agosto de 2016, 12:09 comentar

    Que lindo, um encontro com a natureza esse passeio!
    Lindo!
    bjs,
    Alê Nunes
    http://www.dafertilidadeamaternidade.com.br/

  8. Lele 25 de agosto de 2016, 12:42 comentar

    Nossa, seus roteiros são sempre MUITO LEGAIS
    A wishlist de viagens só aumenta
    beijos
    Lele

  9. Chris Ferreira 25 de agosto de 2016, 15:59 comentar

    Quero ir para Paraty agora fazer esse passeio. AI que vontade de cair nessa cachoeira…
    beijos
    Chris

  10. Iasmin Marques 25 de agosto de 2016, 16:56 comentar

    Sou louca para conhecer Paraty, e fiquei encantada com esse passeio.
    Quando for, vou querer fazer o mesmo roteiro.. rsrs

    Bjos
    http://www.maternizando.com/

  11. Louise 25 de agosto de 2016, 22:07 comentar

    Clau, que lindo ver esse contato com a natureza! Adorei as fotos. Quando fui fizemos o passeio apenas de escuna, já coloquei sse na lista!

  12. Lilian Azevedo 26 de agosto de 2016, 14:28 comentar

    Essas passeadeiras são animadas mesmo,enfrentar cachoeiras nesse frio não é para qualquer um !!!!! Paraty é uma cidade encantadora e com muitos atrativos diferentes.

    • Claudia Bins 26 de agosto de 2016, 14:50 comentar

      São mesmo Lilian, com toda água fria não queriam sair de lá!

      Clau

  13. […] Passeio de jeep em Paraty […]

  14. […] Passeio de jeep em Paraty […]

  15. […] Passeio de jeep em Paraty […]

  16. […] Inglês; Alambiques (Engenho D’Ouro, Pedra Branca e Paratiana) e visita ao Orquidário; Leia aqui como foi o nosso passeio de jeep em Paraty   Escuna: passeio pela Baía de Paraty, com quatro paradas em praias e ilhas; almoço incluso; […]

  17. […] Leia aqui como foi o nosso passeio de jeep em Paraty   Leia aqui como foi o nosso passeio de escuna em Paraty   Leia aqui como foi nosso passeio no Centro Histórico em Paraty     Leia aqui sobre a Pousada Recanto das Andorinhas, onde nos hospedamos em Paraty   Veja aqui nossa visita a Pousada LA Dolce Vita, na Serra da Bocaina    __________________________________________   Procurando hotel em Paraty?   Se você curte o blog e quer ajudar para que possamos continuar fornecendo informações e dicas bacanas de passeios por aí, clique no banner localizado na lateral direita dessa página ou clique abaixo: Reservando seu hotel através da nossa página você não paga nada a mais por isso, tem a garantia de menor preço do Booking.com e nós ganhamos uma pequena comissão. […]

  18. […] Leia aqui como foi o nosso passeio de jeep em Paraty   Leia aqui como foi o nosso passeio de escuna em Paraty   Leia aqui como foi nosso passeio no Centro Histórico em Paraty     Leia aqui sobre a Pousada Recanto das Andorinhas, onde nos hospedamos em Paraty   Veja aqui nossa visita a Pousada LA Dolce Vita, na Serra da Bocaina    __________________________________________   Procurando hotel em Paraty?   Se você curte o blog e quer ajudar para que possamos continuar fornecendo informações e dicas bacanas de passeios por aí, clique no banner localizado na lateral direita dessa página ou clique abaixo: Booking.com […]

  19. […] Leia aqui como foi o nosso passeio de jeep em Paraty   Leia aqui como foi o nosso passeio de escuna em Paraty   Leia aqui como foi nosso passeio no Centro Histórico em Paraty   Contamos aqui sobre nossa visita ao Parque Temático Mini Estrada Real em Paraty […]

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.