Checklist depois da chegada

checklist depois da mudança

Checklist depois da chegada

 

Um dos posts mais acessados aqui no blog é um checklist com coisas que fizemos antes da nossa mudança. O próximo passo que penso ser útil para quem pensa em fazer o mesmo caminho é uma lista de coisas que fizemos tão logo chegamos à Terrinha. Assim como a primeira lista, esta tem o objetivo de contar a nossa experiência, somente. Entendo que cada caso é um caso e dependendo do tipo de visto, estilo de vida e cidade onde vai morar, pode haver alguma variação. No entanto, no que diz respeito a aspectos gerais que precisam ser endereçados tão logo a pessoa chegue ao país, este post pode ajudar.

Leia aqui o checklist que fizemos antes de nossa mudança
 

1. O primeiro item sempre será o Visto. Você deve ter seu visto requisitado (e obtido) ainda no Brasil, antes de vir. A maioria dos vistos tem um período curto de validade (no caso do D7, são 4 meses) e o Consulado Português orienta a todos a agendar a entrevista para a Autorização de Residência tão logo chegue a Portugal. Isso é muito importante, principalmente por conta do aumento da procura, as entrevistas estão levando 6 meses ou mais. Tão logo consiga o agendamento, peça o email de confirmação e guarde. Ele será importante caso você precise provar que está legalizado após o vencimento do visto inicial.

SEF – Autorização de Residência e a novela do visto

 Leia aqui como obtivemos o visto D7 para residir em Portugal

2. Faça o seu NIF. O NIF é o Número de Identificação Fiscal – pessoa singular, o equivalente ao CPF, em Portugal. Ao solicitar seu NIF, você vai receber um papel simples impresso, com seu número. Guarde-o bem, pois vai precisar deste número (e muitas vezes precisará mostrar o tal papel) inúmeras vezes durante sua vida em Portugal. Praticamente tudo o que você fizer de agora em diante vai precisar do NIF. Abrir conta no banco, matricular as crianças na escola, comprar um carro, alugar apartamento, etc, etc, etc. Até mesmo comprar algo em uma loja ou mercado. Neste caso, sempre vão perguntar se você quer o “contribuinte (NIF) na fatura”, ou seja, o mesmo que o “CPF na nota”, no Brasil. A orientação do setor de finanças é que você faça isso (claro!). Além do controle fiscal, isso vai facilitar sua vida na hora de fazer sua declaração de Imposto de Renda. Isso porque o sistema das finanças atribui as notas que contém seu NIF automaticamente à sua conta nas Finanças. O que nos leva ao terceiro item da lista. Mas antes, saiba que você deve solicitar o NIF para todos os seus familiares que vieram com você. Para isso, deve dirigir-se a alguma Loja do Cidadão ou às Finanças, com os passaportes, certidão de nascimento, certidão de casamento (ambas apostiladas) e um comprovante de morada. Pode mesmo ser do Brasil, caso você ainda não possua um aqui em Portugal. O caso mais chatinho aqui é que se você não tiver cidadania, vai precisar levar junto um Representante Fiscal. Alguém que seja um residente legal há pelo menos 6 meses e que vai ser responsável por você junto às Finanças. Isso não implica em qualquer custo para o representante. Basicamente seu representante vai receber a correspondência em seu nome, até que você receba sua Autorização de Residência, quando então, deverá voltar às Finanças para alterar o endereço que era do seu representante e agora é o seu (imaginando que você já tenha uma morada em Portugal).  Se for o caso de um apartamento alugado, leve o contrato de aluguel ou uma certidão da Junta de Freguesia dizendo que você mora lá mesmo.

3. Abrir conta bancária.  Você vai precisar de uma conta bancária local para fazer seus pagamentos e gerir sua vida financeira. Neste post conto como foi nossa experiência: 

Como abrir conta bancária em Portugal – Nossa experiência com o Activo Bank

Como transferir dinheiro do Brasil para Portugal – Nossa experiência com o TransferWise

4. Número de Utente. Tão logo você tenha uma morada, faça sua inscrição no Centro de Saúde mais conveniente para você. Digo isso porque, normalmente, você vai fazer no centro mais próximo. Acontece que, as vezes, o mais próximo não é o mesmo da sua Freguesia. Não faz mal, você pode escolher o mais conveniente, mesmo assim. Veja que aqui acontece como em muitos outros locais. Cada centro (ou atendente) vai pedir algo diferente. No nosso caso, apresentamos as AR’s (Autorizações de Residência), os NIF’s e o comprovante de morada (uma conta de água). Uma amiga fez sua inscrição sem ter ainda a AR. Já outra, precisou levar a certidão da Junta de Freguesia. Este é mesmo um dos casos que não há padrão. Se pedirem algo que você não tem, volte em outro horário ou arrume o que falta e volte lá. Lembre-se de solicitar o número de utente para todos os membros da família e se você não tiver um comprovante de morada no nome dos dois (marido e mulher) então leve também a certidão de casamento. Para as crianças você vai precisar apresentar as carteiras de vacinação. Com o número em mãos você poderá marcar consultas e exames no sistema público de saúde.

5. Carta de Condução. Caso você vá dirigir em Portugal, saiba que sua carta brasileira vale por 6 meses desde sua entrada no país, ou 3 meses desde a emissão da AR (Autorização de Residência). Antes que expire você deve solicitar a troca da sua carteira brasileira pela Portuguesa. Se deixar passar o prazo vai precisar pagar mais caro e ainda fazer o teste. Leia aqui como fazer a troca:

Vai dirigir em Portugal? Saiba como trocar sua CNH pela Carta de Condução Portuguesa

 

Checklist depois da chegada

Instituto de Mobilidade e dos Transportes

 

6. Faça seu registro no Portal das Finanças.  Sim, você deve fazer isso entrando no site. É meio chatinho mas dá certo. Após o registro, você recebe sua senha pelos correios. Com ela em mãos, você pode consultar no site as compras que fizer utilizando seu NIF (Contribuinte). Como disse acima, isso ajuda no IR e, assim como no Brasil, você também concorre a prêmios. Depois, se for elegível, pode solicitar o Estatuto de Residente Não Habitual (para ter benefícios fiscais). Se não tiver certeza, peça mesmo assim. Melhor garantir. Em breve post no blog explicando melhor.

Checklist depois da chegada

Portal das Finanças

 

7. Encontrar uma morada. Normalmente as imobiliárias só aceitam clientes que já estão em território português para mostrar moradas (aluguel ou compra), com a exceção de quem tem mais recursos financeiros e recorre a consultores especializados, claro. Mas se não é o seu caso, vai precisar fazer contato com imobiliárias e corretores. Aqui tem uma lista que pode ajudar. Se você quiser comprar imóvel, nós podemos ajudar indicando corretores e até mesmo uma financeira que nossos amigos aqui recomendam. Entre em contato que passamos os nomes. Para dicas de arrendamento/aluguel, veja o seguinte post. Você vai encontrar dicas do que deve buscar para ter conforto térmico, etc. Isso é especialmente importante se você vem de um estado onde o frio não é problema. Você provavelmente não vai saber o que procurar aqui para ter uma casa mais quentinha:

Dicas para alugar apartamento em Cascais

Dicas para mobiliar sua casa em Portugal

Para procurar imóveis e ficar por dentro dos preços, sugiro cadastrar seu email nesses sites para receber as ofertas:

Idealista
Sapo
Wallis
Era
REMAX
Homestay
Novobanco

 

8. Contratar Água, Gás e Energia Elétrica. Muitas vezes quem aluga um imóvel aqui em Portugal já recebe do proprietário uma dica de qual empresa contratar para água, gás e energia elétrica. Às vezes o proprietário pode pedir que as contas continuem no nome dele(a), Isso não é lá muito comum, mas pode acontecer. Porém, quero salientar que isso pode ser um pouco inconveniente. Acontece que aqui as companhias não fazem a leitura mensalmente. O que fazemos é baixar o aplicativo da companhia e enviar, via aplicativo, a leitura mensal. Se você não fizer isso, ficará a critério da companhia, que fará uma estimativa baseada no consumo médio e, ao final de algum período (4 ou 6 meses) vai cobrar a diferença. Nada agradável receber uma conta enorme assim, não é? Nós preferimos então ter o controle do envio das leituras. É fácil e rápido, através do aplicativo, que ainda te envia um lembrete todo o mês. Outra coisa a pesquisar é que as empresas oferecem descontos para quem contratar energia elétrica e gás juntas (GALP ou EDP) e receber as faturas por email/débito automático.  Há opções de faixa de horários para. Entre nos sites das companhias e informe-se. Para contratar os serviços você vai precisar da AR, Comprovante de endereço e o NIF.

 

Adaptação da família em Portugal

 

9. Contratar Internet,  TV e Telefonia: Basicamente 3 prestadoras de serviço por aqui. A MEO, a VODAFONE e a NOS. Os planos e opções são bem parecidos e elas parecem fazer rodízio de promoções. Fique ligado então e consulte nos sites as opções vigentes:

https://www.meo.pt/
http://www.vodafone.pt/main/particulares/
http://www.nos.pt/particulares/Pages/home.aspx

10. Procurar emprego: Se você precisa procurar trabalho aqui em Portugal, os sites abaixo podem te ajudar. Lembre de usar o modelo europeu de CV. Você também pode seguir no Twitter alguns perfis de emprego:

@lisboaemprego
@expressoemprego
@sapoemprego
@oempregopt
@empPortugal
@jobPortugal
@EmpregoNacional

http://emprego.sapo.pt/
http://www.bonsempregos.com/
http://www.empregosonline.pt/
http://expressoemprego.pt/
http://www.cargadetrabalhos.net/
http://www.alertaemprego.com.br/
https://www.bep.gov.pt/default.aspx
https://www.ofertasdeemprego.pt/
http://www.net-empregos.com/
https://www.iefp.pt/ofertas-emprego
http://www.indeed.pt/
http://emprego.publico.pt/
http://www.trabalhando.pt/
http://meusalario.pt/inicio (Sobre cargas horárias, salários e leis trabalhistas)

11. Transporte Público. Caso você precise de transporte público, vale a pena consultar as opções de passes nos sites da Carris e CP (Comboios de Portugal). Você vai encontrar opções de cartões recarregáveis avulsos, que você compra nas bilheteiras ou caixas eletrônicos das estações ou então os cartões permanentes (para usuários frequentes e crianças).  Veja aqui as opções:

http://www.carris.pt/pt/titulos-de-transporte/passes/

https://www.cp.pt/passageiros/pt/consultar-horarios/precos

12. Comprar automóvel. Comprar um automóvel em Portugal não é tarefa difícil, porém requer alguns cuidados. Infelizmente, sei de casos que no afã de conseguir um preço muito barato acabaram caindo em golpes. Sim, aqui também tem golpes. Procure lojas e revendas, compare preços e certifique-se bem antes de concluir a compra. Para comprar, além do dinheiro, vai precisar do NIF e passaporte/AR. Se precisar fazer financiamento vai precisar dos comprovantes de renda e garantia normais. Alguns sites que podem ajudar na busca:

 

https://www.standvirtual.com/carros/

https://www.custojusto.pt/portugal/carros-usados

https://auto.sapo.pt/

 

13. Escola. No post abaixo, no terceiro item, eu conto sobre como escolhemos a escola das meninas aqui em Portugal:

 

4 Dicas práticas para quem pensa em vir morar em Portugal

 

 

14. Plano de saúde. Você pode pensar que não é preciso fazer um plano de saúde privado onde a saúde pública é de boa qualidade. É verdade, precisar, não precisa. Mas o fato é que os planos de saúde não são caros como no Brasil e tendo um você aumenta a rede de atendimento e não fica esperando por exames e consultas. Acontece que mesmo a saúde pública é co-participada. Ou seja, você paga alguma coisa pelo atendimento. Pouco, é verdade, mas paga. Nos planos privados também vai pagar. Informe-se sobre os valores e coberturas e veja se algum cabe no orçamento. A maior vantagem que vejo é o atendimento nas famosas CUFs.  CUF é hoje o maior grupo privado de saúde em Portugal, o José de Mello Saúde. São hospitais e centros clínicos espalhados por diversas cidades e que atendem de forma particular ou a quem tem planos de saúde. Para vocês terem uma ideia, um plano Multicare II, para 4 pessoas, com internação hospitalar, exames e atendimento médico custa cerca de 60 € por mês, com odontologia. Se você fizer exercício físico comprovadamente (recibo da academia, por exemplo) ainda ganha 10% de desconto na mensalidade. Uma consulta simples custa cerca de 15 € de co-participação.

 

checklist depois da chegada

Portal da CUF

 

15. Fazer os cartões dos mercados. Vale a pena, de verdade. Os cartões de fidelidade dão inúmeros descontos, inclusive em combustíveis e farmácias, mas alguns até mesmo em lojas e restaurantes. Veja mais informações aqui:

Supermercados em Portugal

 

_____________________________________ 

 

 Procurando hotéis ou apartamentos em Portugal? Faça suas reservas clicando no link abaixo, escolha opções com cancelamento grátis e leia os reviews e comentários sobre cada oferta. Assim você garante o melhor preço e a melhor opção de hospedagem para sua viagem através do nosso parceiro Booking.

Booking.com

 

 

Ainda não é cadastrado no Booking? Clique aqui e receba R$50,00 de crédito na primeira viagem.

 

_____________________________________ 

 

Procurando sugestões de passeios por Portugal?

 

Um dia em Cascais

Butchers – Carne de primeira em Lisboa

Estufa fria de Lisboa

L’Éclair Patisserie – Um pouco de Paris em Lisboa

Pastelaria Versailles, um dos cafés mais bonitos de Lisboa

Roteiros, hotéis e passeios no Algarve 

Roteiros, hotéis e passeios no Alentejo

Veja o relato completo do roteiro de Évora ao Porto aqui.

15 razões para visitar Aveiro, a Veneza de Portugal

Colhendo cerejas em Portugal

Procurando onde se hospedar com crianças em Lisboa? Veja aqui nossa dica!

Zoológico de Lisboa – Passeio imperdível com crianças!

Sesimbra – Um bate-volta de Lisboa no melhor estilo BBB – e lindo demais!

Museu do Oriente – Um dos melhores museus de Lisboa

Roteiro pelo Bairro Príncipe Real em Lisboa

Fábrica da Nata – Um dos Cafés mais lindos de Lisboa

Dica de passeio bate-volta desde Lisboa: Visitando Óbidos, a cidade das rainhas

Vá de Lisboa ao Algarve visitando castelos – Um roteiro inesquecível!

Hospede-se em um palácio no Algarve, sem ficar pobre!

Algarve com crianças: Passeando em Faro

Algarve com crianças: um dia em Tavira, a cidade das lendas e do rio de dois nomes

Hotel Vila Galé Évora – Simplesmente inesquecível

Férias em Portugal: 45 dias, 4 alegrias e 1 tristeza

Algarve com crianças: Júpiter Algarve Hotel, a pérola de Portimão

Viajando com crianças? Veja aqui nossas dicas para arrumar as malas

15 dicas para viajar de avião com crianças

 

Pensando em morar em Portugal? Veja aqui nossas dicas quentinhas

 

Checklist depois da mudança

4 Dicas práticas para quem pensa em vir morar em Portugal

Leia aqui o checklist que fizemos antes de nossa mudança

Checklist depois da mudança – o que você vai ter que fazer assim que chegar lá

Adaptação da família em Portugal

Dicas para alugar apartamento em Cascais

Como abrir conta bancária em Portugal – Nossa experiência com o Activo Bank

Como transferir dinheiro do Brasil para Portugal – Nossa experiência com o TransferWise

SEF – Autorização de Residência e a novela do visto

 Leia aqui como obtivemos o visto D7 para residir em Portugal

Como obter o visto de imigrante empreendedor

Vai dirigir em Portugal? Saiba como trocar sua CNH pela Carta de Condução Portuguesa

Dicas para mobiliar sua casa em Portugal

Supermercados em Portugal

PB4 – O que é e como pedir o seu

Como é o atendimento médico de urgência em Portugal (ou como foi nossa experiência)

Apartamento para alugar na ribeira do Douro no Porto

Como alugar um apartamento pelo Airbnb – Dicas testadas e aprovadas por nós

Como é o atendimento médico de urgência em Portugal (ou como foi nossa experiência)

10 coisas estranhas em Portugal!

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : Claudia Bins

1 Comentário

  1. Soraia 17 de fevereiro de 2018, 11:55 comentar

    Link muito bom!! Parabéns!!!!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.

error: Content is protected !!