Diário de Portugal: Passeando em Óbidos

visitando Obidos

Desde que viemos morar em Portugal (há pouco mais de duas semanas) que eu queria ir a Óbidos, a pequena cidade ao norte de Lisboa, para mostrar à família. Óbidos é o típico passeio bate-volta que gostamos de fazer. Tem um castelo lindo, que virou Pousada de Portugal, é uma cidade murada no melhor estilo medieval, é cheia de cafés e livrarias gostosas para aquela pausa e é rica em histórias, todos os ingredientes que curtimos durante um passeio. Pois para completar, chegamos a tempo de pegar o último final de semana do XV Festival Internacional do Chocolate de Óbidos. Pronto, tínhamos a receita completa para uma sexta-feira deliciosa visitando Óbidos.

Visitando Obidos

XV Festival do Chocolate em Óbidos

Neste ano de 2017 o Festival aconteceu de 10 de março a 02 de abril, de sexta a domingo e tinha como tema, a Música. No prestigiado evento, o mais antigo festival de Chocolate realizado em Portugal, é possível degustar a iguaria que é apresentada nas mais diversas formas, mas não é só isso. São workshops, shows, exposições e performances que acontecem no pátio do evento, para alegria dos visitantes de todas as idades.

visitando obidos

Preços dos ingressos para o Festival do Chocolate 2017

Para entrar na Cidade de Óbidos, não se paga nada, mas para participar do Festival é preciso pagar ingressos de 6 euros (adultos) e 3 euros (crianças entre 6 e 11 anos). As bilheterias ficam ao lado da central de turismo, na entrada da cidade e ao ao lado da Livraria de Santiago

visitando Óbidos

Praia da Ericeira


Como ir até Óbidos

Para ir de Lisboa a Óbidos, de carro, a maneira mais rápida é  pela auto-estrada A8 no sentido Leiria. Percorra cerca de 100 km e pegue a saída 15. O pedágio custa € 4,60 (abril de 2017). Mas para quem quer passear e conhecer o litoral, sem pressa e sem pedágio, faça como nós e vá pelo litoral, passando por Ericeira. Já aviso que levará o dobro do tempo, mas terá a oportunidade de encher os olhos com essa lindeza do litoral português.

 

visitando obidos

Praia da Ericeira

 
Nós saímos tarde de Cascais, então pouco antes de chegarmos a Óbidos, a fome bateu. Resolvemos almoçar pelo caminho mesmo e evitar stress com as crianças. Deixamos a sobremesa e o café para a linda cidade medieval, que vimos já ao longe, sob o alto de uma colina.
 
visitando obidos

Centenas de lojinhas em Óbidos


Um pouco de história

 
Oppidum (nome romano de Óbidos) serviu de morada a vários povos como os romanos, mouros e visigodos. Durante a reconquista cristã, D. Afonso Henriques, o primeiro Rei de Portugal, invadiu a cidade em Janeiro de 1148, após 8 meses de cerco e a tomou dos mouros. Mais tarde, a região de Óbidos foi doada aos templários que montaram na região de Leiria um pentágono defensivo composto por 3 fortificações e 2 mosteiros: Óbidos, o Mosteiro da Batalha,  o Mosteiro de Alcobaça, o castelo de Almourol e a cidade de Tomar.  
 
visitando obidos

A cidadela de Óbidos

 
Em 1282 D. Dinís deu o castelo de Óbidos de presente de casamento à sua esposa, a Rainha Santa Isabel, iniciando então a tradição de Óbidos fazer parte do dote das rainhas, até o ano de 1834 e fazendo com que a cidade fosse conhecida como “A Cidade das Rainhas“. 
 
Visitando Óbidos

Detalhes da cidade de Óbidos

 
Como curiosidade, durante muito tempo Óbidos foi conhecida como a vila dos “toupeiros”, por conta da rede de túneis construídos sob as muralhas, que permitiam aos habitantes se movimentarem e transportarem mantimentos e armas durante os períodos de conflito.
 
visitando óbidos

Panorama de Óbidos

O que visitar em Óbidos

 
Antes mesmo de entrarmos na cidadela, podemos avistar o grande Aqueduto, que foi construído em 1570 sob as ordens da Rainha D. Catarina de Áustria (mulher de D. João III). Com 6 km de comprimento (3 dos quais são subterrâneos), o aqueduto ligava a nascente da Usseira aos chafarizes da cidade, garantindo assim o abastecimento de água potável à cidade.
 
visitando obidos

Aqueduto de Óbidos

 
Chegando a cidade, entramos pela Porta da Vila, após uma rápida parada no Posto de Turismo local. A Porta da Vila recebe os visitantes toda exibida, com um painel de azulejos azuis e brancos que tem como tema a paixão de Cristo. Havia ali, à direita do painel, um músico que tocava fado e à esquerda um marco com informações sobre a vila. Passando a porta chegamos em uma esquina de onde podemos ver duas ruas principais, uma à esquerda e outra à direita. Ali também fica uma das escadas que dá acesso às muralhas que abraçam a vila em toda sua extensão. Resista a tentação de subir, ao menos neste momento inicial. Você terá outras oportunidades mais a frente e a pequena cidade merece um passeio com calma, antes de ser explorada em toda sua beleza, a partir das muralhas.
visitando obidos

Entrando em Óbidos

visitando obidos

A Porta da Vila

 
Escolha uma das ruas e siga em frente. Você vai passar por uma infinidade de lojinhas, cafés e restaurantes. Repare nos detalhes das construções, nas cerâmicas e quadros, nas flores, enfeites e bancos grudados nas paredes.
 
visitando Óbidos

Encantos de Óbidos

A cidade se orgulha de sua Ginja, o famoso licor de Portugal, feito de uma fruta semelhante à cereja e servido em um copinho de chocolate… delicioso! E olhem, tem até para crianças. Não deixe de provar!

Ginja d'Óbidos

Ginja d’Óbidos

 

Lá no outro extremo da Vila ficam duas atrações imperdíveis: O Castelo de Óbidos, do século XIII, que é uma das Sete Maravilhas de Portugal. Hoje funciona como uma Pousada de Portugal, do grupo Pestana de Hotéis e, ao lado, a Livraria de Santiago. A livraria fica onde antes era a Igreja de São Tiago, construída em 1186 a mando de Sancho I e é linda por dentro, valendo a visita. O Castelo, infelizmente não é aberto à visitação. Mas você pode pernoitar lá, fazendo sua reserva aqui:
 
 
 
Pode também almoçar ou jantar no restaurante da Pousada, o que é, sem dúvida, uma experiência incrível!
 
Visitando Obidos

O Castelo de Óbidos

visitando obidos

Livraria de Santiago

 

Mais ou menos na metade do caminho, entre a Porta da Vila e o Castelo, chegaremos a Igreja Matriz de Óbidos, a Igreja de Santa Maria. Ali em 1444 casaram-se Afonso V e sua prima Isabel, ainda crianças, com 10 e 8 anos de idade! Ao lado da Igreja fica o Museu Municipal e, em frente, o Pelourinho e o Chafariz de D. Catarina. O Museu abriga obras da pintora, Josefa de Óbidos, que também tem uma obra no interior da Igreja.
 
visitando obidos

Igreja Matriz e o Pelourinho

 
A cidade ainda guarda como atração um Padrão Camoneano (um marco construído nas cidades citadas por Camões em sua obra Os Lusíadas). No caso, a cidade foi citada no Canto III (Estância 61/Estrofe 143):
 
Que cidade tão forte por ventura
Haverá que resista, se Lisboa
Não pôde resistir à força dura
Da gente, cuja fama tanto voa?
Já lhe obedece toda a Estremadura,
Óbidos, Alenquer, por onde soa
O tom das frescas águas, entre as pedras,
Que murmurando lava, e Torres Vedras.”
 
Fonte: www.oslusiadas.org
 
visitando Óbidos

Padrão Camoneano

 
À esquerda da Livraria de Santiago, um pequeno beco leva a Casa Mourisca, onde, em frente, havia uma enorme Wisteria, tão linda e tão perfumada que ficamos ali por um bom tempo, inebriados com sua beleza. Um pouco a frente um portão levava a um jardim, já fora das muralhas, com árvores floridas e uma vista incrível.
 
visitando obidos

Casa Mourisca e a Wisteria em flor – Primavera em Óbidos

visitando obidos

Jardim atrás das muralhas

 
Voltamos até a Livraria de Santiago, onde entramos para conhecer e, depois, seguimos até o portão que servia de entrada ao Festival do Chocolate, depois de comprarmos os ingressos.
 
 
visitando obidos

As meninas se divertiram com as perucas dos famosos

 
Percorremos todo o pátio do Festival, curtindo as amostras, os shows com artistas e apresentadores com pássaros, visitamos as esculturas de chocolate e um Cook Show ao vivo. Assistimos através de vitrines os artistas fazendo esculturas de chocolate e as meninas se divertiram muito com as atrações e brincadeiras, todas no tema do Festival: A Música.
 
visitando óbidos

Festival do Chocolate em Óbidos

 
A programação do Festival era bem variada, mas muitas das atrações eram pagas à parte. O ingresso cobre a entrada mas não atrações como os workshops, cooking classes e outras. No folder que ganhamos ao comprar as entradas tinha toda a programação, horários e valores.
 
Impossível nós, gaúchos, não compararmos com o antigo ChocoFest de Gramado, que era um evento enorme, com atrações super variadas, coloridas, desfiles e tudo o mais. Comparando assim, o Festival de Chocolate de Óbidos é bem mais modesto. Acontece que o ChocoFest tal como conhecemos não existe mais, desde 2015. Aos poucos as empresas de Gramado começam a se organizar para voltar a fazer um festival naquelas proporções, para a Páscoa. Este ano (2017) não estaremos lá para ver, mas quem quiser ver a programação de Páscoa na Serra Gaúcha, clique aqui e procure por Passeios na Serra.
 
 
 
visitando Óbidos

Festival do Chocolate em Óbidos

 
Depois de andarmos por tudo e de nos deliciarmos com chocolates das mais diversas formas saímos novamente pelo mesmo portão e seguimos para a esquerda, em direção à Pousada do Castelo. Ali em frente, um pequeno pátio levava a outra escadaria, por onde subimos para percorrer as famosas muralhas.
 
visitando obidos

Andando sobre as muralhas de Óbidos

 
Aqui há de se ter cuidado! Não há proteção e as pedras no chão são irregulares e muito lisas. É preciso calçados adequados e muita atenção para não cair. As muralhas são muito altas. Mas com cuidado e devagar você terá uma bela recompensa pelo esforço. A vista é de tirar o fôlego!
 
obidos (23)

Vista do entorno de Óbidos

 
A vista da cidade, assim do alto é indescritível. Você verá o Castelo, imponente, de vários ângulos diferentes, com os telhados das casinhas brancas com fachada azul ou amarela, sempre floridas. Uma visão encantadora! Verá também a paisagem ao redor da cidadela, com o horizonte ao fundo. 
 
obidos (24)
 
Nós percorremos metade do caminho, somente. Deixamos a outra metade para uma próxima ocasião. Já caía a tarde e estávamos cansados. Descemos as escadas perto da Porta da Vila e fomos em busca de um Café, ali pertinho, para repor as energias e descansar um pouco antes de seguirmos viagem.
 
óbidos (4)

Pausa para o Café

 

Passeamos um pouco mais, tirando fotografias e curtindo o emaranhado de lojinhas espalhadas pela cidade e suas ruas tortuosas. Naquela altura, uma verdadeira multidão de turistas começava a chegar, tornando até difícil caminhar pelas ruas. Aliás, foi a segunda vez que visitei a cidade e, nas duas, posso afirmar que até as 15:00 a cidade é razoavelmente tranquila. Depois disso fica bem complicado, e olha que era uma sexta-feira! Se for possível, evite o final de semana, pois fica muito lotada.
 
Se possível, evite também conjugar o passeio com outras visitas. Óbidos merece uma visita exclusiva e com tranquilidade, sem correrias.  
 
_____________________________________________
 
 
Procurando hotel para pernoitar em Óbidos? Veja todas as ofertas do Booking.com aqui. Fazendo sua reserva pelo nosso site você não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão, que ajuda o blog a continuar trazendo informações valiosas para sua viagem.
 

Booking.com

 
_____________________________________________ 
 
 
Óbidos investe em Festivais Culturais ao longo do ano. Veja aqui a programação para 2017, de acordo com o site www.obidos.pt:
 

Festival do Chocolate – 10 de março a 02 de abril

Semana Santa de Óbidos – 09 a 16 de abril

Mercado Medieval de Óbidos – 13 de Julho a 6 de Agosto, de quinta a domingo

FOLIO – Festival Literário Internacional de Óbidos – 19 a 29 de outubro

Vila Natal – Nov 2017 (Aguardando a data oficial ser divulgada)

 

______________________________________

 

Procurando onde se hospedar com crianças em Lisboa? Veja aqui nossa dica!

Vá de Lisboa ao Algarve visitando castelos – Um roteiro inesquecível!

Hospede-se em um palácio no Algarve, sem ficar pobre!

Algarve com crianças: Passeando em Faro

Algarve com crianças: um dia em Tavira, a cidade das lendas e do rio de dois nomes

Hotel Vila Galé Évora – Simplesmente inesquecível

Férias em Portugal: 45 dias, 4 alegrias e 1 tristeza

Algarve com crianças: Júpiter Algarve Hotel, a pérola de Portimão

Viajando com crianças? Veja aqui nossas dicas para arrumar as malas

15 dicas para viajar de avião com crianças

O que é e como solicitar o PB4

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : Claudia Bins

10 comentários

  1. Talita Rodrigues Nunes 17 de abril de 2017, 19:10 comentar

    Achei tudo lindo! Mas fiquei especialmente encantada com o festival!

  2. Beatriz Borges 18 de abril de 2017, 02:13 comentar

    Guia completo para planejar as próximas férias. Que maravilha “viajar” pelo seu olhar deste lugar maravilhoso

  3. Tatiane Lopes 18 de abril de 2017, 11:44 comentar

    Quanta cultura e beleza juntas! Seus passeios estão maravilhosos! Que lugar lindo de se viver hein!

  4. Tatiana 18 de abril de 2017, 12:02 comentar

    Óbidos é a minha paixão. Eu fui 3 vezes para Portugal, com 4 anos,8 anos e voltei depois de 30 anos.
    Tudo que havia me marcado quando criança, era a cidade dentro do castelo, que era Óbidos.
    No meu retorno em 2015, foi a única cidade que fiz questão de revisitar, e foi impressionante.
    Assim que atravessei as muralhas, aquela menina de 8 anos surgiu, e me fez andar pelas ruelas, e revivendo momentos da minha infancia.
    Óbidos mora no meu coração.

    • Claudia Bins 19 de abril de 2017, 08:39 comentar

      TAti, é por essas e outras que eu amo viajar com as crianças. Pensar que todas essas memórias farão parte de suas vidas, para sempre! Adorei saber e eu também amo Óbidos!

      Beijo,

      Clau

  5. Josi 18 de abril de 2017, 14:40 comentar

    Tudo tão lindo! Sou apaixonada por Portugal. Quem sabe um dia vou conhecer esse país encantador.

    Beijos

  6. Ariane Baldassin 18 de abril de 2017, 18:09 comentar

    Que lugar maravilhoso. Terrinha do marido. Um dia ainda vou conhecer.

  7. Michele Gobbato 18 de abril de 2017, 19:00 comentar

    Clau que passeio maravilhoso, fiquei encantada e acompanhando vocês minha vontade de conhecer Portugal está ficando cada vez maior.

    Bjs Mi Gobbato

  8. […] Passeando em Óbidos durante o Festival do Chocolate […]

  9. Chris Ferreira 20 de abril de 2017, 02:33 comentar

    Óbidos é lindo. Eu amei quando eu fui e olha que não tinha festival de chocolate. Com festival de chocolate fica melhor ainda.
    Amei as fotos e as dicas.
    beijos
    Chris

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.