Um dia em Nice

Um dia em Nice pareceu o suficiente quando planejei nossa Roadtrip de Páscoa, mas eu não poderia estar mais enganada…

A pequena cidade na Côte-d’Azur acabou se tornando uma verdadeira pérola que se transformou em paixão, a ponto de voltarmos lá em Agosto. Foram duas visitas em poucos meses e, para ser sincera, por mim estaria agora mesmo lá, morando com a família.

Nice é a segunda maior cidade francesa na costa mediterrânica e a segunda maior cidade na região de Provence-Alpes-Côte-d’Azur, depois de Marselha. Seu nome vem de Niceia, a deusa Grega da Vitória e sua localização privilegiada, aliada ao clima ameno e luz intensa, serviu de mlar para os pintores Marc Chagall e Henri Matisse. É uma das cidades mais visitadas da França, recebendo 4 milhões de turistas todos os anos.

Como chegar

Avião:  Através do aeroporto internacional Nice Côte d’Azur (www.nice.aeroport.fr), distante 6 quilômetros do centro da cidade. De Paris, leva cerca de 1:30 de viagem. De Barcelona, 1:15.

Trem: A Gare Nice Ville, a estação ferroviária central, de trens rápidos desde a Itália, Mônaco e, claro, Paris (www.sncf.com). 

Carro: Foi como chegamos, vindos da Espanha. As estradas são ótimas (e pedagiadas). No verão o tráfego é bem intenso e as velocidades mais reduzidas. Em abril foi muito tranquilo. É muito perto de Marselha, Aix-en-Provence, Cannes e Mônaco, além de ficar a 30 km da fronteira com a Itália.

Leia aqui a primeira parte do roteiro da roadtrip de páscoa, na Espanha

Leia aqui a segunda parte do roteiro da roadtrip de páscoa, na França e Mônaco

Um dia em Nice

Saímos de Aix-en-Provence cedinho pela manhã, rumo à Nice e fomos direto ao estacionamento subterrâneo próximo à Place Masséna. É um bom lugar para começar, já que fica no coração do centro histórico de Nice, La Vieille Ville.

  1. 1. Place Masséna – O nome da praça é homenagem a um dos generais de Napoleão, André Masséna e foi inspirada na Praça Vittorio Veneto, de Turim. Cercada por prédios vermelhos com janelas azuladas, arcadas com lojas e restaurantes, tais como as Galeries Lafayette, uma área retangular com fontes de água que saem do chão e refrescam a garotada no verão, além de uma estátua do deus Apollo no centro de tudo. No alto dos postes, esculturas do artista catalão Jaume Plensa, como as que vimos em Andorra-a-Velha.

Place Massena em Nice

  1. 2. Jardin Albert 1er – Um dos mais antigos jardins de Nice, construído no início do séc. XIX, tem ao centro o Théâtre de Verdure, construído em 1946. Um carrossel vintage leva até ao famoso Promedade des Anglais, o passeio mais famoso da cidade.

    Jardin Albert 1er. Foto: Tourisme de France

    Em 1988, Bernar Venet construiu uma escultura de 19 metros, chamada l’Arc Monumental 115,5° que enfeita o jardim.

  2.  3. Plage du Centenaire – A praia fica em frente ao jardin Albert 1er, atravessando o Promenade des Anglais. Seguimos à esquerda, em direção a Coline du Château.

Praia em Nice

  1. 4. La Chaise Bleue de SAB – Na beira da praia, uma grande cadeira azul bidimensional homenageia as cadeiras azuis típicas das praias de Nice na década de 50.

  2. 5. Seguindo pela Rue Sainte-François de Paule, chegamos até a Esplanade Georges Pompidou.

  3. 6. Na esquina seguinte, uma lojinha fofa chamou minha atenção, a Moulin à Huile d’Olive Nicolas Alziari, com artigos à base de azeite.

    Moulin à Huile d’Olive Nicolas Alziari

  4. 7. Ópera de Nice – Contruído em 1885 o antigo Teatro Municipal abriga o ballet de Nice e a Filarmônica da cidade. Oferece visitas guiadas a 5€ mediante agendamento.

    Ópera de Nice

  5. 8. Marché aux Fleurs (Mercado de Flores) – Seguindo em frente, chegamos ao mercado de flores da Cours Saleya, um típico mercado provençal, com flores, frutas, produtos da região que incluem sabonetes, mel, e tudo o que se pode imaginar à base de lavanda. Uma maravilha!

Mercado de Nice

  1. 9. Seguimos em direção à praia, na Quai des Etats-Unis, rumo à colina, mas não chegamos a subir o Elevador do Castelo, que leva até um Belvedere e ao Château. Ao invés disso, continuamos margeando, passando pelo Cadran Soleil, o relógio de sol no chão da Quai Rauba Capeau e seguindo em frente até chegar ao outro lado da colina.

    Le Cadran Soleil- o relógio do sol

  2. 10. Logo depois de virar a curva, à direita, vemos o Monumento aos Mortos de Rauba-Capeù, um memorial aos mortos de Nice na Primeira Guerra Mundial.

    Monumento aos Mortos de Rauba-Capeù

  3. 11. À direita, impossível não notar o Porto de Nice Lympia, com seus iates gigantescos que nos fazem lembrar que Nice é destino certo de ricos e famosos… oh boy!

    Em direção ao Porto de Nice

  4. 12. Se estiver de carro, recomendo seguir em direção à Plage des Marinieres, um pouco mais à frente e não deixe de parar para apreciar a vista. Só respire e agradeça…

Plage des Marinieres

  1. 13. Se gosta de lugares históricos, vá até o Fort du Mont Alban, no topo do Mont Boron. O forte foi construído em 1560 para defesa da cidade.  Em seus muros, obras dos artistas da Ecole de Nice.

    Fort Alban em Nice

Nosso dia em Nice terminou aí, mas se você tem mais tempo, não deixe de visitar as seguintes sugestões:

  • – Palais Lascaris, onde há um museu de acervo antigo riquíssimo.
  • – Catedral Sainte-Réparate, de arquitetura barroca.
  • – Eglise Saint-Jacques, para ver as pinturas.
  • – Museu Paleontológico Terra Amata
  • – Cascade du Casteau
  • – Cathédrale Saint-Nicolas de Nice

Ao redor de Nice:

  • – Museu Renoir em Cagnes-sur-Mer
  • – Musée Escoffier de l’Art Culinaire em Villeneuve-Loubet
  • – Mônaco
  • – Cannes
  • – Cap Ferrat
  • – Saint Tropez

Leia também sobre outras visitas que fizemos na França aqui.

Onde dormir em Nice

Best Western Plus Hôtel Brice Garden – no centro de Nice, apenas a 5 minutos a pé da Promenade des Anglais e da praia. 

Nice Excelsior Centre Ville –  Boutique hotel está localizado no coração do bairro de músicos de Nice, a 950 metros da famosa Promenade des Anglais.

Goldstar Resort & Suites – Super bem localizado, confortável e com quartos familiares. Nota 8,3 no Booking.

Já segue @as_passeadeiras nas redes sociais? A gente conta sobre nosso dia a dia em Portugal e sobre os desafios e delícias da vida de imigrante, além de fotos e dicas de viagens. Passa lá!

Disclaimer I:

Os links de afiliados aqui no post geram pequenas comissões quando utilizados pelos leitores para suas reservas. Esses valores ajudam-nos a continuar a fornecer dicas e informações através do blog e redes sociais. Obrigada por utilizar os links!

 

 

Planeje sua viagem

 

Procurando hotéis ou apartamentos na França, ou em qualquer lugar deste mundão? Faça suas reservas clicando no link abaixo, escolha opções com cancelamento grátis e leia os reviews e comentários sobre cada oferta. Assim você garante o melhor preço e a melhor opção de hospedagem para sua viagem através do nosso parceiro Booking. Se quiser procurar em outra cidade é só clicar e alterar o nome da cidade aqui:

 

Booking.com 

 

Prefere aluguel de temporada? O Booking permite aluguel de apartamentos ou casas por até 30 dias. Mas se você precisa por mais tempo, veja aqui nossas dicas para alugar apartamento no Airbnb.

Se vai viajar não esqueça de fazer seu seguro viagem. Faça sua cotação aqui e escolha o tipo de cobertura que mais lhe convém na World Nomads, parceiro aqui do blog.

Aluguel de carro: Alugue um carro na RentCars, nosso parceiro. Compare os preços e tenha mais liberdade nos seus passeios

Ingressos: Compre seus ingressos clicando aqui e evite filas nas atrações mais bacanas da cidade.

 

 

Se você precisa transferir dinheiro do Brasil para Portugal ou qualquer outro país e não tem certeza de qual serviço utilizar, nós recomendamos o TransferWise. Isto não é uma propaganda ou um post patrocinado, é o serviço que usamos mensalmente para fazer transferências do Brasil para Portugal, já que nossos rendimentos vem do Brasil.

TransferWise cobra o IOF e uma taxa de serviço, que tem sido menor que qualquer outro banco que temos consultado. Também garante a taxa do câmbio por 72 horas. Para transferir, você precisa criar uma conta no TransferWise, confirmar seus dados (da primeira vez, não precisa, somente depois da segunda – eles podem pedir a cópia de um documento de identificação e comprovante de endereço).

Para quem quer transferir mais que um determinado montante por ano também  precisa confirmar comprovante de rendimentos (extratos bancários ou Declaração de IR). Até a data deste post era algo em torno de 25 mil reais/ano. Também vai precisar ter os dados de sua conta no exterior (IBAN e Bank Code). O processo é rápido e fácil. As primeiras remessas demoram até uma semana e as seguintes são mais rápidas.

 

 

 

Posts sobre a Bélgica

 

Um dia em Bruges

Roteiro 5 dias na Bélgica

Atomium – O prédio/escultura mais famoso da Bélgica

Comics Art Museum

 

Posts sobre a Espanha

 

Um dia em Santiago de Compostela

Onde se hospedar em Santiago de Compostela

Roteiro de 2 dias em Salamanca

Aparthotel Zenit Hall 88 Salamanca

Roadtrip abril 2019 – Parte 1 (Espanha)

Roadtrip abril 2019 – Parte 2 (França)

Roteiro de carro pela Andaluzia

Três dias em Sevilha

Roteiro para visitar Ronda, o Pueblo Blanco imperdível da Andaluzia

Zahara de la Sierra – um dos pueblos blancos de Andaluzia

Setenil de las bodegas

Acinipo, a Ronda Romana

Grazalema, uma graça de Pueblo Blanco

Arriate, o menor Pueblo Blanco que visitamos

Roteiro de carro visitando Cáceres, Madrid, Segóvia, Ávila e Toledo

Hotel em Sevilha – Petit Palace Marques Santa Ana

 

Posts sobre Portugal

 

Natura Glamping  – Acampamento de luxo em Portugal

Roteiro visitando o Porto e o Vale do Douro

Aldeias históricas da Beira – 7 Aldeias para visitar em 2 ou 3 dias

Alentejo: Monsaraz e Herdade do Esporão, para vinhos e azeites

Roteiro Centro: Mosteiros de Alcobaça, Batalha, Nazaré e Fátima

Roteiro Vila Nova de Gaia, Amarante, Santa Maria da Feira, Bussaco, e Coimbra

Norte: Roteiro visitando Porto, Barcelos, Ponte de Lima, Braga, Guimaraes e Viana do Castelo

Roteiro de Évora ao Porto, visitando Arraiolos e Tomar

Roteiro do Algarve à Évora, visitando Silves e Beja

Roteiro Lisboa ao Algarve conhecendo Castelos

Clique aqui para ver os roteiros, restaurantes e passeios em Lisboa

Veja aqui sugestões de passeios bate-e-volta desde Lisboa

Portugal Experiences – Experiências inesquecíveis em Portugal

 

Portugal por estação

 

Lugares para visitar no outono

Lugares para visitar na primavera

Lugares para visitar no verão

Hotéis para curtir a neve em Portugal

 

Clássicos de Portugal

 

Óbidos em um dia

Mercado Medieval de Óbidos

Um dia em Cascais

Um dia em Sintra

Um dia em Évora

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : Claudia Bins

0 Comentário

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!