Malta dia 02 o que visitar

Na sequência da minha viagem à Malta, em março de 2024, eu contei informações gerais e o resumo do roteiro completo da viagem neste post aqui. No post de hoje eu vou contar os detalhes do segundo dia de passeios por lá. Malta dia 02 o que visitar, onde comer, curiosidades e informações relevantes a quem vai também e quer organizar sua viagem.

 

Leia aqui o post da nossa primeira viagem à Malta em 2020

Clique aqui para ler o post referência da viagem de 7 dias com as amigas

Clique aqui para ler o Post com os detalhes do Roteiro do Dia 01

Clique aqui para ler o Post com os detalhes do Roteiro do Dia 02

Clique aqui  para ler o Post com os detalhes do Roteiro do Dia 03

Clique aqui para ler o Post com os detalhes do Roteiro do Dia 04

Clique aqui para ler o Post com os detalhes do Roteiro do Dia 05

 

Malta dia 02 o que visitar

Roteiro do dia 02 em Malta

 

Malta dia 02 o que visitar

Começamos a manhã já brindando com mimosas, o que acabou virando um verdadeiro ritual :-). Aliás, o café da manhã no nosso hotel era mesmo ótimo, com frutas, pães doces e salgados, ovos, overnights, bolos… o salão era amplo e bem decorado, com um bar ao lado que era perfeito para um happy hour. Aqui um parênteses para comentar a simpatia e o bom atendimento em Malta! Que povo mais querido! Em todos os lugares que fomos era igual, muita simpatia e gentileza!

Pegamos o carro e fomo direto ao Blue Grotto, um dos passeios mais bonitos na ilha, na minha opinião. Infelizmente os ventos fortes não deixaram os barquinhos saírem para levar-nos de barco até as grutas, mas da primeira vez em 2020 tivemos mais sorte e fizemos o passeio.

 

Dia 02 em Malta

 

Roteiro do dia 02

  • – Blue Grotto
  • – St Peter’s Pool
  • – Marsaxlokk (voltamos por que tinha sol). Almoço no La Nostra Padrona)
  • – Saint Julian’s Tower- Balluta Bay
  • – Saint Paul’s Bay
  • –  Happy Hour/Jantar no La Nave Bistro

 

Malta dia 02 o que visitar

Visitando a Blue Grotto em Malta

Torre Xutu e Belvedere

 

1. Blue Grotto (Gruta Azul)

Um dos locais mais procurados pelos turistas em Malta, a Gruta Azul (Blue Grotto) é, na verdade, parte de um conjunto de grutas marítimas localizadas na região sudoeste da ilha, onde fica o pequeno porto de Wied iz-Zurrieq, de onde saem os barquinhos para o passeio.  A Blue Grotto é famosa pela sua geografia, composta por um grande arco principal que mais parece uma tromba e outras 6 cavernas, com nomes peculiares, como a Caverna da Lua de Mel, a Caverna do Gato e a Caverna do Reflexo. Podemos ver a grande gruta do alto (do chamado Blue Grotto Viewpoint). Há um estacionamento perto do viewpoint  e uma pequena trilha nos leva até a ponta do penhasco oposto à gruta, com vistas belíssimas para o mar azul e as falésias.

Depois, siga a estrada ladeira abaixo até o estacionamento do porto, onde há alguns restaurantes e até um hotelzinho simpático. Lá você pode descer até o pequeno porto de onde saem os barquinhos (e lá embaixo também fica a cabine dos tickets: 8€ por pessoa). 

Além dos passeios de barco, vale a pena perambular pelo miradouro e caminhar até a torre de observação (Torri Xutu), a paisagem é de tirar o fôlego. O estacionamento é gratuito mas tem sempre alguém ali para uma doação expontânea(!).

No verão há outras opções como snorkling, Stand-up e trekking que partem também dali. 

Como não rolou o passeio de barco, resolvemos seguir a diante o nosso dia e tentar novamente em outro dia com o clima mais favorável. 

 

Curtindo a Saint Peter’s Pool

Paisagem linda na Sait Peter’s Pool

 

2. Saint Peter’s Pool

Outra das top atrações de Malta, a Saint Peter’s Pool é uma piscina natural localizada na ponta nordeste da Península Dellimara, muito próxima ao cartão postal número 1 da ilha: a baía de Marsaxlokk. Para chegar até a piscina há várias indicações e o GPS nos leva diretamente até a área de estacionamento mais próxima. Do estacionamento é preciso descer por uma pequena trilha de terra e pedras (vá com sapatos adequados, tênis ou sandálias de caminhada).  Não esqueça água e protetor solar!

Estando localizada em uma pequena baía, é possível caminhar pelos arredores e ver a gruta formada pelas ondas de mais de um ângulo. Verdadeiro paraíso para os instagrammers e aventureiros, a Saint Peter’s Pool serve de praia (sem areia), mas com diversão garantida. No verão fica bem lotada, mas quando visitamos estava super tranquila (só não deu para entrar na água, claro).

Vale a pena ficar por ali curtindo as belezas do local antes de seguir adiante. No nosso caso, depois de visitar a piscina fomos passear e almoçar em Marsaxlokk.

 

Malta dia 02 o que visitar

Marsaxlokk vista do caminho para Saint Peter’s Pool

A baía de Marsaxlokk

O restaurante La Nostra Padrona

Malta dia 02 o que visitar

O azeite maravilhoso, Luzzu e doce típico

 

3. Marsaxlokk

A pequena vila pescatória de Marsaxlokk é famosa pelos coloridos e tradicionais barcos de pesca malteses, os Luzzus, com os olhos míticos pintado na proa. A Baía  é o segundo maior porto natural de Malta e seu mercado de peixe aos domingos e feirinha de artesanato diária são outras atrações do local.

Marsaxlokk deriva seu nome da palavra árabe Marsa, que significa porto, e do maltês Xlokk, para o vento sudeste do Mediterrâneo. Com o seu porto protegido, era um local de desembarque fácil para piratas e turcos otomanos. Foi aqui que os otomanos desembarcaram para um ataque que terminou no Grande Cerco de 1565. O exército de Napoleão desembarcou aqui em 1798; e nos últimos tempos, o porto foi palco da Cimeira Bush-Gorbachev, em 1989.

A baía de Marsaxlokk está repleta de cafés e restaurantes que servem deliciosos pratos à base de peixe, mariscos e outras especialidades maltesas. A maioria tem mesas ao ar livre onde podemos apreciar as vistas, uma verdadeira experiência cultural vibrante que mostra as tradições, costumes e modo de vida que moldaram Marsaxlokk durante séculos.

  • – Santwarju tal-Madonna ta’ Pompei: Igreja localizada na praça de Marsaxlokk, um local bastante agradável para contemplar a paisagem e tomar um café na esplanada.
  • – Restaurantes (a maioria não abre nas segundas-feiras):
    • Tartarun (uma estrela Michelin): Conduzido pela Família Schiavone há mais de 10 anos, oferece aos clientes uma seleção diária de peixes e outros pratos de frutos do mar mais modernos e criativos. Apoiam os produtores locais com os peixes e frutos do mar, mas também com o pão e produtos hidropônicos de um agricultor que fica a poucos quilômetros do restaurante.
    • La Nostra Padrona: Localizado no centro da baía de Marsaxlokk, em um bonito prédio tradicional e uma esplanada incrível em frente aos barcos coloridos, tem um menu repleto de iguarias locais. Convém perguntar sobre o peixe do dia, super fresco e servido inteiro. Não se preocupe, na hora de servir os pratos os garçons fazem um serviço impecável de retirar as espinhas. Não deixe de pedir azeite para acompanhar, caso esqueçam de levar à mesa. Eles têm um azeite italiano que, na minha modesta opinião, foi um dos melhores que já provei na vida! Foi a nossa escolha em março de 2024.
    • Ta’Victor: Bem próximo ao Tartarum, na praça da igreja fica essa deliciosa e tradicional tasca maltesa que serve um menu fixo com possibilidade de escolher entre Peixe e Carne como pratos principais.
  • – Feira de Marsaxlokk:
    • Uma feirinha tradicional de souvenirs e comidinhas típicas. Um dos melhores locais da ilha para comprar aquela lembrancinha de viagem e provar algum dos docinhos típicos da região.
  • Luzzus:
    • Os famosos barquinhos coloridos com os olhos de osíris pintados na proa. Uma verdadeira festa para os olhos (e para as câmeras). Um dos lugares mais instagramáveis de Malta, sem sombra de dúvida.
  • Hoteis em Marsaxlokk: 
    • Port View Guest House: Vista para a baía, moderno e com nota 8,7 no Booking.
    • Duncan Guest House: No centro de marsaxlokk apenas a um passo de grandes bares e restaurantes, com nota 9,4 no Booking.
    • The Nautical Nook: Apartamento de gestão particular, super bem localizado. Nota 9,6 no Booking.

 

Malta dia 02 o que visitar

Torri Ta San Gijan

 

4. Torri Ta San Gijan

A Torre de Saint Julian fica na ponta de uma das baías mais bonitinhas de Malta, Saint Julian’s Bay, que contém duas outras baías menores: a Balluta Bay e a Exile’s Bay. O lugar é charmoso, tem um restaurante maravilhoso (onde fizemos nosso almoço de despedida no último dia, falarei dele no respectivo post) e é um passeio muito agradável. Estacionamos o carro na Triq Windsor (um charme) e fizemos uma bela caminhada ao longo da costa de Saint Julian, que fica mesmo ao lado de Sliema, onde estávamos hospedadas. Tem um parque gostoso, ciclovia, bancos ao longo da costa, cafés charmosos, um lugar agradabilíssimo!

 

Malta dia 02 o que visitar

Balluta Bay e Exile’s Bay

 

5. Balluta Bay

A pequena baía de Balluta tem algumas atrações, tais como a Igreja do Carmo, imponente, a poucos metros de distância da Praça de Balluta, onde ao redor ficam hoteis e restaurantes cheios de gente. O local é pequeno, portanto estacionar por ali pode ser complicado. Minha sugestão  é o estacionamento do hotel Marriott, que fica ali em frente e tem um estacionamento público muito conveniente (e não é caro).

 

Pôr do sol em Saint Paul’s Bay

Happy Hour no La Nave Bistrô

 

6. Saint Paul’s Bay

Já era final de tarde e resolvemos visitar um dos meus pontos favoritos para assistir ao pôr do sol: Saint Paul’s Bay. Ali fica o Aquario de Malta e, bem ao lado, o famosíssimo Café del Mar (que só abre no verão :-(). Minha segunda tentativa… Mas não foi problema. Depois de caminhar um pouquinho pelo lindo calçadão, decidimos jantar no La Nave Bistro, o restaurante dentro do prédio do Aquario. Lindo, uma vista fantástica, sangria deliciosa e petiscos típicos fizeram nosso final de tarde incrivelmente delicioso. 

Assim terminamos nosso segundo dia de viagem à Malta! No próximo post continuam os detalhes, agora contando o terceiro dia, quando visitamos Valleta, a deliciosa capital do arquipélago.

 

 

 

Procurando sugestões de passeios por Portugal?

 

Roteiro Vila Nova de Gaia e Coimbra, com paradas estratégicas (e lindas)

Roteiro em Sintra, pelo centro histórico

Roteiro de um dia em Cascais pelo centro histórico

Lisboa com crianças – 10 passeios imperdíveis com os miúdos

10 lugares para visitar no verão em Portugal

Como é o voo TAP para o Brasil, com crianças

Mercado Medieval de Óbidos

Butchers – Carne de primeira em Lisboa

Estufa fria de Lisboa

L’Éclair Patisserie – Um pouco de Paris em Lisboa

Pastelaria Versailles, um dos cafés mais bonitos de Lisboa

Roteiros, hotéis e passeios no Algarve 

Roteiros, hotéis e passeios no Alentejo

Veja o relato completo do roteiro de Évora ao Porto aqui.

15 razões para visitar Aveiro, a Veneza de Portugal

Colhendo cerejas em Portugal

Procurando onde se hospedar com crianças em Lisboa? Veja aqui nossa dica!

Zoológico de Lisboa – Passeio imperdível com crianças!

Sesimbra – Um bate-volta de Lisboa no melhor estilo BBB – e lindo demais!

Museu do Oriente – Um dos melhores museus de Lisboa

Roteiro pelo Bairro Príncipe Real em Lisboa

Fábrica da Nata – Um dos Cafés mais lindos de Lisboa

Dica de passeio bate-volta desde Lisboa: Visitando Óbidos, a cidade das rainhas

Vá de Lisboa ao Algarve visitando castelos – Um roteiro inesquecível!

Hospede-se em um palácio no Algarve, sem ficar pobre!

Algarve com crianças: Passeando em Faro

Algarve com crianças: um dia em Tavira, a cidade das lendas e do rio de dois nomes

Hotel Vila Galé Évora – Simplesmente inesquecível

Férias em Portugal: 45 dias, 4 alegrias e 1 tristeza

Algarve com crianças: Júpiter Algarve Hotel, a pérola de Portimão

Viajando com crianças? Veja aqui nossas dicas para arrumar as malas

15 dicas para viajar de avião com crianças

 

Pensando em morar em Portugal? Veja aqui nossas dicas quentinhas

 

Comprar carro em Portugal

4 Dicas práticas para quem pensa em vir morar em Portugal

Leia aqui o checklist que fizemos antes de nossa mudança

Checklist depois da mudança – o que você vai ter que fazer assim que chegar lá

Adaptação da família em Portugal

Dicas para alugar apartamento em Cascais

Como abrir conta bancária em Portugal – Nossa experiência com o Activo Bank

Como transferir dinheiro do Brasil para Portugal – Nossa experiência com o TransferWise

SEF – Autorização de Residência e a novela do visto

 Leia aqui como obtivemos o visto D7 para residir em Portugal

Como obter o visto de imigrante empreendedor

Vai dirigir em Portugal? Saiba como trocar sua CNH pela Carta de Condução Portuguesa

Dicas para mobiliar sua casa em Portugal

Supermercados em Portugal

PB4 – O que é e como pedir o seu

Como é o atendimento médico de urgência em Portugal (ou como foi nossa experiência)

Apartamento para alugar na ribeira do Douro no Porto

Como alugar um apartamento pelo Airbnb – Dicas testadas e aprovadas por nós

Como é o atendimento médico de urgência em Portugal (ou como foi nossa experiência)

10 coisas estranhas em Portugal!

Já pensou em alugar apartamento e passar as férias como um local? Aqui ensinamos como nós fazemos!

 

 

Todos os Posts sobre Morar em Portugal, aqui

Todos os posts sobre a Itália, aqui

Todos os posts sobre a Espanha, aqui

Todos os posts sobre a França, aqui

 

Roadtrip por 14 países na Europa, aqui

 

 

 

 

 

 

 

Opções de hospedagem em Marsaxlokk

Urban Valley Resort & Spa – Nosso hotel da primeira visita. Confortável, com quartos familiares, estacionamento amplo em localização tranquila, a 11 km do aeroporto. Oferece shuttle gratuito até Valletta e outros serviços. Pontos positivos: preço, conforto, localização, café da manhã e serviços. Ponto negativo: peca um pouco na limpeza dos quartos. Nada exatamente ruim, mas poderia ser melhor.

Radisson Blu Resort & Spa – Localizado na Baía Dourada, a 10 minutos de carro do porto de onde os ferries partem para Gozo e pertinho da Vila do Popeye. Perfeito para quem quer conforto e praia, a 16 km do aeroporto. Quartos familiares e nota 9 no Booking.

D Townhouse Boutique Suites – Pequeno e charmoso Hotel Boutique em Sliema, ideal para casais mas aceita 1 cama extra mediante pedido. Nota 9,4 no Booking. Localização excepcional e bom preço. Nota 9,5 no Booking.

 

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : Claudia Bins

0 Comentário

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!