Porto Covo Costa Vicentina

 

Porto Covo, na Costa Vicentina, foi nosso destino no último feriado de 01 de novembro. Há tempos que tinha muita vontade de visitar a região e conseguimos finalmente realizar esse sonho no feriado.

A Costa Vicentina não é exatamente novidade para nós. Durante nossa primeira visita à Terrinha, em dezembro de 2016, percorremos parte da região, quando visitamos Santiago do Cacém e Sines, com um pit-stop em Alcácer do Sal.

 

Costa Vicentina no litoral Alentejano

 

Leia aqui o post contando todo o roteiro da viagem de Lisboa ao Algarve, visitando Castelos

 

Deu para ter um gostinho, mas a vontade de conhecer melhor era imensa. Tentamos ir no verão, época que eu considero ideal para curtir todo o potencial da região, mas foi impossível. Primeiro a longa roadtrip pela Europa, depois a visita da irmã… enfim, fomos em Novembro mesmo!

 

Porto Covo

Praia na Costa Vicentina

 

Segundo o site do turismo de Portugal, toda a zona designada por Costa Vicentina, situa-se na faixa litoral Alentejana até à região do Algarve, ou seja, entre Odeceixe e Burgau, onde a natureza ainda é preservada, com um litoral recortado por falésias e ventos fortes.

 

Porto Covo

Uma praia mais linda que a outra

Farol de Porto Covo

 

Mas vamos ao que interessa! Aqui, nossas dicas e fotos da charmosa praia na Costa Vicentina:

 

Trajeto entre Lisboa e Porto Covo – Google Maps

 

Já pensou em se hospedar em um Glamping? Clique aqui para ver nossas sugestões de acampamento de luxo em Portugal.

 

Porto Covo

 

O pequeno vilarejo com pouco mais de 1000 habitantes a 160 km de Lisboa é um prato cheio para quem busca tranquilidade (fora da alta temporada, claro), belas fotos e um litoral de tirar o fôlego.

 

A caminho de Porto Covo, passando por Alcácer do Sal e Sines

 

O caminho até lá é traquilo para quem sai de Cascais ou Lisboa. Cruzamos a Ponte 25 de Abril e seguimos rumo a Alcácer do Sal, pela autoestrada mesmo (via pedagiada), depois rumo à Sines e Vilanova de Milfontes, onde ficamos hospedados.

 

 

Porto Covo fica um pouco antes de Vilanova de Milfontes e há quem faça o trajeto caminhando em trilhas. Por sinal, havia muuuuitos turistas alemães fazendo isso!

 

Porto Covo

Praça central de Porto Covo

 

O vilarejo de pescadores de Porto Covo foi arrasado pelo terremoto de 1755, sendo recuperado por ordem e graça do Marquês do Pombal, homenageado com seu nome no Largo da praça principal.

 

O centrinho de Porto Covo

 

Ali na praça fica também a pequena Igreja de Porto Covo, do Séc. XVIII (também conhecida como Igreja de Nossa Senhora da Soledade, por conta da imagem da santa padroeira da localidade).

 

Porto Covo

Praia do Banho em Porto Covo

 

Percorrendo a rua principal, chegamos até a beira-mar, onde podemos ver as falésias, o farol e as praias ao redor.

 

Porto Covo

 

Lenda de Porto Covo

 

Existe uma lenda curiosa, que conta um milagre de Nossa Senhora da Queimada, na Ilha do Pessegueiro.

Diz a lenda que lá pelo século XVIII (dezoito) chegaram a ilha do Pessegueiro piratas vindos do norte da África. Os tais foram rechaçados por um eremita que cuidava de uma pequena ermida dedicada à Nossa Senhora. Os piratas deram cabo do pobre, saquearam a capela e tacaram fogo na imagem da santa.

Depois que os piratas partiram, os habitantes da ilha regressaram e resolveram dar um funeral digno ao pobre eremita. Logo perceberam a falta da imagem da Santa, apesar de procurarm bem por todos os escombros da Ermida. Para seu espanto, porém, depois de muito procurarem, vieram a descobri-la, miraculosamente intacta, no meio de uma moita que tinha sido incendiada. De imediato, recolheram a imagem e construíram uma nova ermida, perto de onde fora descoberta.

Essa ermida deu lugar à hoje chamada Capela de Nossa Senhora da Queimada, que ainda é um local de imensa veneração, não só da própria população, bem como de outros povos vizinhos.

 

Porto Covo

Curiosidades de Porto Covo…

 

O que visitar em Porto Covo

 

– Centro histórico, a Praça Marquês do Pombal, caminhar pela Rua Vasco da Gama até a beira mar e morrer de rir com as “lembrancinhas” típicas.

– Praia do Buizinhos

– Praia Grande

– Praia da Samouqueira

– Praia do Serro da Águia

– Praia da Foz

– Ilha do Pessegueiro

– Herdade do Pessegueiro – Turismo rural

 

Casas tipicas alentejanas

 

Onde Comer em Porto Covo

 

– Zé Inácio – peixe grelhado, frutos do mar em geral. (Rua Vasco da Gama, 38)

– Tasca do Xico – comida típica portuguesa. (Rua Candido da Silva 55)

– A Ilha – mais chiquetoso e com vista. (Fonte de Mouro, 7520)

– O Marquês – Comida Alentejana. (Largo Marquês de Pombal, 10)

 

Detalhes do casario de Porto Covo

 

Onde dormir em Porto Covo

 

Ahoy Porto Côvo Hostel

Calmaria Guest House

Herdade da Matinha

O Lugar

 

E você, já visitou a Costa Vicentina? Tem dicas para compartilhar? Deixe aí nos comentários e, se tiver perguntas, teremos prazer em responder.

Já segue nossas redes sociais? No Instagram @as_passeadeiras compartilhamos nosso dia a dia em Portugal, assim como mais dicas de passeios em viagens pelo mundo. Vem com a gente!

 

Porto Covo

 

 

Planeje sua viagem

 

Procurando hotéis ou apartamentos na Espanha, ou em qualquer lugar deste mundão? Faça suas reservas clicando no link abaixo, escolha opções com cancelamento grátis e leia os reviews e comentários sobre cada oferta. Assim você garante o melhor preço e a melhor opção de hospedagem para sua viagem através do nosso parceiro Booking. Se quiser procurar em outra cidade é só clicar e alterar o nome da cidade aqui:

 

Booking.com 

 

Ainda não é cadastrado no Booking? Clique aqui e receba R$50,00 (ou 12,5 euros) de crédito na primeira viagem.

Prefere aluguel de temporada? O Booking permite aluguel de apartamentos ou casas por até 30 dias. Mas se você precisa por mais tempo, veja aqui nossas dicas para alugar apartamento no Airbnb.

Se vai viajar não esqueça de fazer seu seguro viagem. Faça sua cotação aqui e escolha o tipo de cobertura que mais lhe convém na World Nomads, parceiro aqui do blog.

Aluguel de carro: Alugue um carro na RentCars, nosso parceiro. Compare os preços e tenha mais liberdade nos seus passeios

Ingressos: Compre seus ingressos clicando aqui e evite filas nas atrações mais bacanas da cidade.

 

 

Se você precisa transferir dinheiro do Brasil para Portugal ou qualquer outro país e não tem certeza de qual serviço utilizar, nós recomendamos o TransferWise. Isto não é uma propaganda ou um post patrocinado, é o serviço que usamos mensalmente para fazer transferências do Brasil para Portugal, já que nossos rendimentos vem do Brasil.

TransferWise cobra o IOF e uma taxa de serviço, que tem sido menor que qualquer outro banco que temos consultado. Também garante a taxa do câmbio por 72 horas. Para transferir, você precisa criar uma conta no TransferWise, confirmar seus dados (da primeira vez, não precisa, somente depois da segunda – eles podem pedir a cópia de um documento de identificação e comprovante de endereço).

Para quem quer transferir mais que um determinado montante por ano também  precisa confirmar comprovante de rendimentos (extratos bancários ou Declaração de IR). Até a data deste post era algo em torno de 25 mil reais/ano. Também vai precisar ter os dados de sua conta no exterior (IBAN e Bank Code). O processo é rápido e fácil. As primeiras remessas demoram até uma semana e as seguintes são mais rápidas.

 

 

Posts sobre a Bélgica

 

Um dia em Bruges

Roteiro 5 dias na Bélgica

Atomium – O prédio/escultura mais famoso da Bélgica

Comics Art Museum

 

Posts sobre a Espanha

 

Um dia em Santiago de Compostela

Onde se hospedar em Santiago de Compostela

Roteiro de 2 dias em Salamanca

Aparthotel Zenit Hall 88 Salamanca

Roadtrip abril 2019 – Parte 1 (Espanha)

Roadtrip abril 2019 – Parte 2 (França)

Roteiro de carro pela Andaluzia

Três dias em Sevilha

Roteiro para visitar Ronda, o Pueblo Blanco imperdível da Andaluzia

Zahara de la Sierra – um dos pueblos blancos de Andaluzia

Setenil de las bodegas

Acinipo, a Ronda Romana

Grazalema, uma graça de Pueblo Blanco

Arriate, o menor Pueblo Blanco que visitamos

Roteiro de carro visitando Cáceres, Madrid, Segóvia, Ávila e Toledo

Hotel em Sevilha – Petit Palace Marques Santa Ana

 

Posts sobre Portugal

 

Natura Glamping  – Acampamento de luxo em Portugal

Roteiro visitando o Porto e o Vale do Douro

Aldeias históricas da Beira – 7 Aldeias para visitar em 2 ou 3 dias

Alentejo: Monsaraz e Herdade do Esporão, para vinhos e azeites

Roteiro Centro: Mosteiros de Alcobaça, Batalha, Nazaré e Fátima

Roteiro Vila Nova de Gaia, Amarante, Santa Maria da Feira, Bussaco, e Coimbra

Norte: Roteiro visitando Porto, Barcelos, Ponte de Lima, Braga, Guimaraes e Viana do Castelo

Roteiro de Évora ao Porto, visitando Arraiolos e Tomar

Roteiro do Algarve à Évora, visitando Silves e Beja

Roteiro Lisboa ao Algarve conhecendo Castelos

Clique aqui para ver os roteiros, restaurantes e passeios em Lisboa

Veja aqui sugestões de passeios bate-e-volta desde Lisboa

Portugal Experiences – Experiências inesquecíveis em Portugal

 

Portugal por estação

 

Lugares para visitar no outono

Lugares para visitar na primavera

Lugares para visitar no verão

 

Clássicos de Portugal

 

Óbidos em um dia

Mercado Medieval de Óbidos

Um dia em Cascais

Um dia em Sintra

Um dia em Évora

 

Compartilhe este Post!

Sobre o Autor : Claudia Bins

0 Comentário

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!